Notícias Adventistas

1.300 calebes mobilizam o sudoeste da Bahia

4 de fevereiro de 2015

Você já imaginou deixar de lado aquela viagem tão esperada com os amigos pelo litoral no período das férias? E os passeios pelo shoppings no final da tarde? Difícil? Pode ser, mas para mais de 1.300 jovens da região sudoeste da Bahia, o movimento chamado Missão Calebe, já se tornou um estilo de vida. Eles trocaram os momentos de diversão das férias por serviços comunitários. Foram mais de 89 grupos da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD) espalhados pelo sertão, realizando palestras sobre saúde todas as noites, e diversos projetos sociais durante o dia. Como resultado deste trabalho, 435 pessoas decidiram pelo batismo.

Feira de saúde promoveu atendimento à comunidade.

Feira de saúde promoveu atendimento à comunidade.

No bairro Vila América, situado na cidade de Vitória da Conquista, foram realizados encontros todas as noites com palestras sobre relacionamentos e saúde. Mais de 20 jovens estavam envolvidos em atividades comunitárias, desde o dia 10 de janeiro. A moradora da comunidade, Maria Pires, não perdeu uma dia de programação e já tem na ponta da língua o que aprendeu e levará para sua vida. “Tivemos todas as noites orientação de como se relacionar com a família. Aprendi muito e já sinto mudanças no trato com meus filhos, marido e até vizinhos”, relata.

A calebe Brenda Vargas, de 16 anos, que participou pela primeira vez desta aventura, assegurou que valeu a pena doar suas férias. “Estou muito feliz em conhecer histórias de vidas transformadas durante estas férias. Nós pensamos em ajudar, mas nós que saímos ganhando espiritualmente e socialmente. Nos tornamos pessoas melhores”, afirma.

Já o Gabriel Santos, de 16 anos, não satisfeito em participar sozinho da Missão Calebe, convidou o seu amigo Jiliel da Silva, de 15 anos, para colocar a mão na massa e trabalhar nos projetos sociais. Entusiasmado, começou a participar das programações à noite. Resultado: foi contagiado com a ação, já decidiu participar das próximas missões e se batizou no encerramento das atividades. “O projeto me chamou atenção porque passei a me sentir útil e feliz em ajudar o próximo. Entendi o amor de Deus através destas atividades. Agora as minhas férias terão sentido e serei sempre útil para a comunidade”, declara.

Feira de beleza atrai comunidade.

Feira de beleza atrai comunidade.

O calebe Gabriel não tinha ideia de que um simples convite impactaria a vida do seu amigo de infância. “Convidei o Jiliel porque estava de férias e sempre o encontrava sem fazer nada na rua. Ele aceitou o meu convite e começou a se enturmar com as pessoas do projeto, a se envolver com as ações. Nem eu esperava tamanho empenho e a decisão dele pelo batismo. Estou muito feliz”, diz emocionado.

Uma das atividades que aconteceu durante estas férias foi o atendimento à comunidade com corte de cabelo e orientação sobre os cuidados com a saúde. Os profissionais das respectivas áreas se sensibilizaram com o movimento e aderiram a ação, sendo voluntários. Foi o caso do cabeleireiro Gabriel Santos. Precisava tirar um dia pra Deus. A vida é tão corrida e não via como fazer isso. Quando fui convidado pela Missão Calebe para este trabalho comunitário não tive como dizer não. Esta foi a minha chance de servir às pessoas e a Deus”, fala. Gabriel se interessou de tal forma pela mensagem que motiva os Calebes, que decidiu participar das programações da noite e fazer estudo bíblico.

Durante todo o dia, calebes visitam a comunidade.

Durante todo o dia, calebes visitam a comunidade.

A enfermeira Ana Paula, ficou impressionada com o envolvimento dos jovens em ações comunitárias. “Hoje em dia é muito difícil encontrar pessoas que querem ajudar os carentes. Cada um está correndo atrás do seu. Eu não podia dizer não à Missão Calebe. Por isso estou aqui servindo à comunidade, verificando a pressão arterial das pessoas e dando orientações de saúde também”, ressalta.

Os frutos da Missão Calebe foram surpreendentes, além de todo o trabalho voltado para  jovens e adultos, 58 Escolas Cristãs de Férias foram implantadas para as crianças carentes das comunidades.  Segundo o pastor Tiago Cabral, que cuida dos jovens da IASD na região Sudoeste da Bahia, todo este movimento é a pregação do evangelho na prática. “As pessoas precisam se interessar por nós, para depois se interessarem pela mensagem que pregamos. A nossa vida precisa ser um sermão. E nós, precisamos ser relevantes para a sociedade”, fala. [Equipe ASN, Luciana Santana]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox