Notícias Adventistas

Vigília na Casa Publicadora Brasileira marca 10 dias de oração e jejum

Servidores são desafiados a amar como Jesus amou

Por Ágatha Lemos

Funcionários da CPB oram durante vigília

Funcionários da CPB oram durante vigília

Uma semana especial, marcada por duas vigílias. A Casa Publicadora Brasileira promove duas vigílias durante o período dos 10 dias de oração. No dia 28 de fevereiro, conforme o programa estabelecido pela Divisão Sul-Americana, a CPB parou para orar e fazer reflexões sobre a bíblia. Uma semana depois, a CPB reforça o programa com mais uma vigília.

Aproveitando o tema do oitavo dia: orar pelo crescimento no amor fraternal, a vigília abordou a importância desse amor na mensagem pastoral, nos hinos, nas apresentações musicais e orações.

Por pouco mais de uma hora, os servidores da Casa Publicadora Brasileira foram chamados a buscar, por meio da oração e do estudo da Bíblia, o poder renovador de Deus, capaz de fazer com que os corações transbordem em amor.

O pastor Alceu Nunes, em um apelo revigorante, convidou a instituição a permitir que o amor de Cristo se revele em nós, a fim de que esse amor, que é próprio de Deus, inunde nossa vida, sendo uma benção para nós e para o próximo.

Apoiando-se na declaração de Ellen G. White de que “Cristo era o pensamento de Deus tornado audível” aos seres humanos, isto é, Cristo representava em tudo o caráter de Deus, os servidores foram desafiados a ser também um retrato vivo de Deus, bem como Jesus foi o de Seu Pai.

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox