Notícias Adventistas

“Somos Um” estabelece casais como prioridade em Peruíbe

Um salão especial foi preparado para reunir o  grupo de participantes do encontroPeruíbe, SP… [ASN] No dia 17 de novembro, um sábado, a igreja Central de Peruíbe promoveu um belo encontro de casais para toda região. Com o título “Somos Um”, a programação contou com a presença de 65 casais. O pastor da igreja, Crislem Marlon, e sua esposa, Gislaine Silva,  organizaram o evento com o apoio e subsídio do departamento de Lar e Família da Associação Paulistana.

O litoral sul de São Paulo, diz Marlon, segue uma tendência mundial quando o assunto é relacionamento conjugal.  E essa tendência pode ser resumida em uma palavra que gera muita dor de cabeça: problemas. Por isso, encontros especiais para instruções e orientações, baseadas na vontade de Deus, se tornam cada vez mais importantes.

Em um intenso dia de atividades, o “Somos Um”  teve palestras feitas pelo pastor Jorge Mário,  diretor do departamento de família da Paulistana. Um dos pontos mais ressaltados foi a conscientização de que na vida do casal eles são uma prioridade. Afinal, trabalho, dinheiro e até mesmo os filhos passam. E o que resta é o relacionamento estabelecido e criado por eles ao longo dos anos.  Que pode ser bom ou ruim. Depende de como eles irão conduzir a vida “a dois”.

Encontros únicos

Normalmente as programações desenvolvidas para casais são conhecidas por retiros fantásticos em hotéis, resorts e afins. Contudo, esse tipo de encontro, que é muito interessante, tem um agravante. São poucos o número de casais que acabam participando.

Os encontros únicos nas próprias igrejas, então, solucionaram esse problema, pois são acessíveis para todos que quiserem participar.  Na própria igreja Central de Peruíbe, por exemplo, o número de participantes triplicou ao ser estabelecido este formato mais simples, porém também muito rico em conteúdo.

“Ficamos felizes em ver que o evento teve qualidade e satisfez nossos queridos amigos que participaram”, declara o pastor Marlon. Aliás, ele ressalta que pelo menos umas 30 pessoas não são adventistas e tiveram a chance de conhecer mais sobre a mensagem de Deus. “Tenho certeza de que os resultados de tudo o que foi vivenciado aqui serão muito positivos”, conclui.  [Equipe ASN, Gabriel Stein de Servi]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox