Notícias Adventistas

Simpósio enfatiza a importância do amor e do discipulado

Pastores presentes no Simpósio responderam perguntas do público sobre PG.Campo Grande, MS…[ASN] Mais de mil pessoas, vindas de todas as regiões do estado, participaram do segundo Simpósio de Pequenos Grupos da Igreja Adventista Sul-Mato-Grossense, que aconteceu nos dias 15 á 17 de junho, no Ondara Palace, em Campo Grande. A importância do amor e o discipulado foram o foco central das palestras e dos testemunhos apresentados.
A abertura do evento, que teve como tema “O Evangelho Segundo Você”, foi marcada por muito louvor congregacional e mensagens musicais apresentadas pela cantora Riane. A palestra da noite de sexta-feira foi apresentada pelo pastor Charles Fabian, líder do Departamento de Pequenos Grupos da União Centro-Oeste Brasileira (UCOB). Fabian ressaltou quatro características que devem existir em uma comunidade de Pequenos Grupos: autenticidade, reciprocidade, compaixão e misericórdia. E, enfatizou que todas precisam estar embasadas no sentimento que é fundamental em todos os relacionamentos: o amor.

A mensagem da manhã do sábado foi apresentada pelo pastor David Cox, autor do livro “Pense Grande, Pense em Pequenos Grupos”. Cox veio da Ilha de Chipre, onde desenvolve seu ministério, para participar do Simpósio. O pastor falou sobre a “Base do Discipulado” e usou o exemplo da juventude ao procurar ídolos e heróis para seguir e imitar. Segundo ele, ídolos humanos não tem nada para oferecer, Jesus é o único herói que oferece algo e o único modelo digno de ser seguido. “Discípulo é aquele que segue a Jesus e somente discípulos podem formar novos discípulos”, frisou.

O pastor destacou ainda a necessidade de expressar o amor nos relacionamentos e, os desafios do discipulado. “O foco de todas as coisas é o amor, tudo na vida depende de dois princípios: Amar a Deus sobre todas as coisas e amar o próximo como a si mesmo”, declarou. Segundo ele, para discipular é necessário amor e disciplina, como alguém que mesmo cansado, vai á academia para se exercitar,  porque deseja ter mais saúde. “Tem coisas que precisamos fazer mesmo sem vontade. Viver em comunidade, ir ao Pequeno Grupo, mesmo cansados e desenvolver relacionamentos não são tarefas fáceis. Mas, como na academia, nossa disciplina fará com que fiquemos mais fortes”, enfatizou.

O evento contou também com atividades em grupo, momentos especiais de oração e apresentação vídeos com testemunhos de pessoas que tiveram a vida transformada através dos Pequenos Grupos. E ainda, com a participação de Simone Barragana, mãe de Andressa Duarte Barragana, uma menina da cidade de Pelotas, que desde os nove anos se dedicou ao evangelismo e, que morreu em 2008 aos 14 anos, vítima de um acidente automobilístico. Simone compartilhou com os presentes a sua experiência de superação da perda da filha e contou como deu continuidade ao trabalho de evangelismo e Pequenos Grupos de Andressa, juntamente com o esposo e as outras duas filhas.

Entre as diversas histórias e testemunhos que contou, Simone destacou uma frase dita por Andressa sobre a necessidade de buscarmos a Deus. “O que mais entristece o coração de Deus não são os bancos vazios nos cultos de quarta-feira e domingo; O que mais entristece o coração de Deus são as pessoas de coração vazio que lotam os bancos da igreja nos cultos de Sábado”. Em suas palavras finais Simone agradeceu publicamente a visita que o pastor David Cox fez a sua família, quando esteve no Brasil para conhecer pessoalmente o trabalho de Andressa. O pastor Cox retribuiu o agradecimento e declarou que se Andressa estivesse viva pediria que ela fosse sua mentora, pois a considerava um exemplo.

Para o pastor Maiquel Nunes, líder da Igreja Adventista em Mato Grosso do Sul o simpósio foi um momento de muito aprendizado para os participantes. Segundo ele, um dos objetivos do evento era fazer com que o discipulado fosse compreendido e, isto foi alcançado através dos testemunhos e palestras que foram apresentados. “Nossa expectativa é que a partir de agora o discipulado aconteça na vida das pessoas e na igreja”, concluiu. [Equipe ASN, Rosemeire Félix]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox