Notícias Adventistas

Semana de Oração convoca Jovens Adventistas para uma revolução espiritual

Prioridade, confiança, missão, oração e leitura da Bíblia foram alguns dos temas abordados durante a semana.

O pastor Marcos Bomfim foi um dos convidados para a Semana de Oração na Igreja do Guará.

O pastor Marcos Bomfim foi um dos convidados para a Semana de Oração na Igreja do Guará.

Brasília, DF…[ASN] Os jovens adventistas da igreja do Guará, no Distrito Federal, realizaram entre os dias 29 de junho a 06 de julho uma Semana Jovem de Oração chamada #euacordei. O nome escolhido não veio por acaso. A programação fez um paralelo com atual força jovem que se levanta pra protestar em todo o Brasil contra a corrupção e a melhoria nos serviços públicos. Mas para esses jovens a busca pela mudança está relacionada com a qualidade da vida espiritual e a comunhão diária com Deus.

“Estamos levantando e dizendo que precisamos fazer uma revolução espiritual, uma transformação em nossas vidas”, explica Emanuel Távora, lider dos jovens da Igreja do Guará.

Prioridade, confiança, missão, oração e leitura da Bíblia foram alguns dos temas abordados durante a semana. No sábado, 6 de julho, o líder sul-americano do Ministério da Família, pastor Marcos Bomfim, abriu os olhos dos jovens com uma mensagem simples, porém essencial para o dia-a-dia: “Leia a Bíblia, leia a Bíblia e leia a Bíblia”. Ele destacou a importância da repetição para a formação de um hábito e construção de um caráter cristão, único traço de nossa natureza que levaremos para o céu.

Pipoca Doce – No domingo, 7 de julho, os jovens lançaram o Projeto “Pipoca Doce”, que foi realizado no Zoológico de Brasília. Em uma roda ao ar livre, discutiram ideias que afetam a saúde física, mental e emocional. O tema do primeiro encontro, apresentado por um psicólogo, foi “Ansiedade, depressão e stress”. Por meio de uma conversa informal, os jovens compartilharam experiências e buscaram soluções práticas.

De acordo com o planejamento, os jovens vão se reunir uma vez por mês. O objetivo é prepará-los para que se sintam capazes de evangelizar, construir projetos, criar vínculos dentro e fora da igreja, fortalecer o ciclo de amizade, além de despertar em cada um o desejo de ser útil na obra de Deus. [Equipe ASN, colaboração de Thayanne Braga]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox