Notícias Adventistas

Seleção da Petrobras aprova projeto da ADRA em São Paulo

A Instituição Paulista Adventista de Educação e Assistência Social – Núcleo de Crianças Vinde a Mim de Hortolândia, interior paulista

Projeto da agência adventista competiu com várias outras iniciativas sociais

Projeto da agência adventista competiu com várias outras iniciativas sociais

Hortolândia, São Paulo … [ASN] A Instituição Paulista Adventista de Educação e Assistência Social – Núcleo de Crianças Vinde a Mim de Hortolândia, interior paulista, foi contemplado na Seleção Pública de Projetos 2012 do Programa Petrobras Desenvolvimento e Cidadania com o projeto Juntos Crescemos Fortes.

Essa parceria com a Petrobras motiva a instituição a capacitar e encorajar outros núcleos a buscar parcerias divulgando seus projetos sociais. “A parceria contribuirá muito para o desenvolvimento do projeto e trará bons resultados para a sociedade e principalmente para as crianças”, afirma Susana Machuca, coordenadora de filantropia adventista em São Paulo.

A Seleção Pública de Projetos da Petrobras é aberta a todo território Nacional a todas as instituições, ONGs e entidades afins que queiram participar. A seleção teve quatro etapas – triagem administrativa, triagem técnica, comissão de seleção e conselho deliberativo. Foram inscritos ao todo 3.439 projetos e, por fim, foram aprovados 130, sendo o Juntos Crescemos Fortes um dos cinco projetos no Estado de São Paulo.

Segundo Rosane Aguiar, gerente de investimentos Sociais e Responsabilidade Social, “quando todos acreditam, o projeto ganha vida. E eu tenho orgulho de ter o Núcleo como parceiro e desejo muito sucesso”. O programa é desenvolvido pelo Núcleo da Agência de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA), localizado em Hortolândia, São Paulo. O projeto prevê a realização de atividades tais como capacitação de funcionários, canto coral, artes plásticas e artesanato, esporte coletivo e individual, nutrição, informática e cidadania, combate ao uso de drogas além do combate e enfrentamento do abuso e exploração sexual infanto-juvenil. Os recursos do projeto são da ordem de R$ 810.300,00 em um prazo de 24 meses.

Serão beneficiadas 220 crianças e adolescentes, sendo divididos em três categorias: 40% serão filhos de presidiários e egressos do sistema penitenciário do Estado de São Paulo, 10% portadores de necessidades especiais intelectuais ou motoras e 50% serão crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. “Quando fomos escolhidos dentro de tantos projetos no sentimos imensamente honrados por Deus, pois temos a certeza de que a mão dEle foi que escreveu o projeto através de nossas mãos. A importância deste prêmio é vital para o crescimento do trabalho da ADRA, pois durante 24 meses estaremos sob supervisão e constante avaliação de uma empresa idônea que nos patrocinará em atividades de desenvolvimento humano, elevando nosso trabalho a um reconhecimento Nacional”, comenta Liliane Rigoli, coordenadora do Núcleo. [Equipe ASN, Gislaine Westphal]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox