Notícias Adventistas

Escolas adventistas se unem contra mosquito do zika vírus

Uma campanha nacional promete dar apoio à causa contra o mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão de doenças como dengue, chikungunya e o zika vírus. O Projeto Zika tem basicamente três objetivos: educar, prevenir e mobilizar as pessoas para que façam sua parte na ação de diminuir os casos de gente afetada por males causados pelo inseto. O médico Marcello Niek, coordenador geral da iniciativa, explica que a ideia é, em uma primeira etapa, envolver pelo menos 600 mil pessoas com esse tipo ação para orientação e chamado para a ação. “Vamos trabalhar inicialmente com os mais de 200 mil alunos de nossas escolas, colégios e universidades adventistas e seus familiares. Eles serão os multiplicadores e poderão alcançar pelo menos 2 milhões de pessoas”, comenta.

A partir desta terça-feira, 16 de fevereiro, até quinta, a ideia é que ocorram nas instituições educacionais palestras de orientação e capacitação para que a comunidade escolar compreenda claramente o que são as doenças e tirem todas as dúvidas a respeito. E, na sexta-feira, 19, será a vez, então de os alunos motivarem seus familiares para que conversem com os vizinhos e os ensinem a tomar precauções em casa. “Queremos que esses estudantes sejam agentes eficientes no combate ao mosquito e que incentivem outros a agirem da mesma forma”, completa Niek, enfatizando que essa mobilização nacional integra o Pacto da Educação Contra o Zika do Ministério da Educação.

Além disso, conforme Niek, na segunda etapa, a ideia é que, nas próprias escolas e colégios adventistas, os estudantes desenvolvam atividades extracurriculares com projetos que envolvem artes, tecnologia comunicacional e discussões que os façam conhecedores do tema e, também, responsáveis por divulgar formas de prevenir as doenças.

Como base do projeto, está em fase final a elaboração de um site com informações úteis e práticas em relação ao problema. Além disso, também, estão programadas atividades efetivas, para o mês de março, com os jovens adventistas e com os desbravadores, grupos de adolescentes que também sairão às ruas para desenvolver projetos de apoio às comunidades e conscientizar a população acerca dos riscos de se manter água limpa parada, acúmulo de lixo, etc.


Comentários

WordPress Image Lightbox