Notícias Adventistas

Celebração conscientizará sobre liberdade religiosa em São Paulo

festivalliberdadereligiosaEstudo divulgado no ano passado indica que as restrições à liberdade religiosa entre meados de 2009 e meados de 2010 cresceram de maneira geral, inclusive em países ocidentais que tradicionalmente impõem poucos limites à prática da fé. De acordo com o estudo da Pew Research Center, três quartos das sete bilhões de pessoas que habitam o mundo vivem em países com grandes restrições governamentais religiosas ou com grandes hostilidades sociais relacionadas à religião. Houve um aumento de 5% em relação ao ano anterior. E o Brasil, palco de grandes eventos nos próximo anos, sediará, também, importante evento relacionado com a defesa da liberdade da crença. Dia 25 de maio, no Vale do Anhagabaú, ocorrerá a segunda edição do Festival Mundial de Liberdade Religiosa. A iniciativa do evento é da Associação Internacional de Liberdade Religiosa, a IRLA.

O Festival trará ao País três dos maiores especialistas em promoção de liberdade religiosa no mundo. Dr. John Graz é um ativo militante que responde pela Secretaria Executiva da IRLA. Viajou por aproximadamente 100 países na promoção do conceito de liberdade religiosa e organizou três congressos mundiais e lançou mais de 40 congressos internacionais e simpósios. Outro participante internacional é Brian Grim, pesquisador da Pew Research Center’s Forum on Religion & Public Life, responsável por importantes pesquisas na área religiosa. O Festival terá a presença, ainda, de Cole Durham, acadêmico norte-americano que leciona sobre leis e estudos de religião na Brigham Young University, nos Estados Unidos.

A programação do Festival prevé apresentações musicais religiosas, informações sobre o panorama do segmento em outros continentes e homenagem às autoridades brasileiras pela elaboração de leis que garantem o direito a todos de crerem e, inclusive, não crerem. Já confirmaram presença no Festival o prefeito de São Paulo Fernando Haddad, o governador do Estado, Geraldo Alckmin, o ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, a ministra da Secretaria Nacional de Direitos Humanos, Maria do Rosário, Danoune Diop representante da ONU na área de Direitos Humanos, além de deputados e vereadores.

Atuação permanente – Uma das entidades que também tem demonstrado forte atuação em relação à promoção dos direitos relacionadas à liberdade religiosa é a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Em São Paulo, a OAB criou, em agosto de 2006, uma comissão específica para tratar desses casos. A advogada Damaris Kuo, que preside a comissão, explica que a maioria dos encaminhamentos e pedidos que chegam até a OAB/SP são referentes a dias de guarda religiosa, uso de indumentárias religiosas, discriminação religiosa no ambiente de trabalho, entre outras questões. “Nosso objetivo é promover liberdade religiosa, divulgando o direito de todos, educando a sociedade em tolerância religiosa e cultura de paz, recebendo casos e dando eles o devido tratamento para eliminar a conduta intolerante, seja atuando diretamente, seja encaminhando a outras instâncias competentes, mas o maior de todos é a formação de uma cultura de liberdade religiosa para todos”, explica.

O organizador geral do Festival, Edson Rosa, secretario-executivo da IRLA para a América do Sul, estima que o evento deverá reunir mais de 50 mil pessoas para essa celebração de conscientização. “A última edição desse evento na América do Sul ocorreu no Peru e foi muito importante para marcarmos presença com esse tema perante as autoridades governamentais e sociedade civil organizada”, comenta Rosa.

Programação completa de promoção à liberdade religiosa:

Palestras com convidados internacionais de liberdade religiosa na OAB/SP

Quando: Quarta-feira, 22 de maio
Horário: 19 horas

Fórum Internacional de Liberdade Religiosa

Onde: Assembleia Legislativa de São Paulo
Quando: Quinta-feira, 23 de maio

 

WordPress Image Lightbox