Mais

Sedes regionais

Clique nas Uniões para ver seus campos

Para selecionar uma União clique na coluna ao lado

8 de agosto de 2013

Novos métodos

Quatro disciplinas inovadoras são implementadas em 250 igrejas de São Paulo e prometem uma revolução espiritual

apl-anciaos

Encontro de certificação para mais de 500 anciãos

Uma parceria inédita entre a Igreja Adventista e a empresa de consultoria Franklin Covey promete mudar radicalmente a dinâmica das 250 congregações das Zonas Leste e Norte de São Paulo. As Quatro Disciplinas da Execução (4DX) estão promovendo uma nova postura diante da meta crucialmente importante da igreja de fazer novos discípulos.

Os líderes da sede administrativa da denominação para a região acreditam que é preciso intensificar as ações adventistas na comunidade, além de buscar o desenvolvimento constante dos membros e a expansão do reino de Deus na Terra. É nesse contexto que as 4DX foram escolhidas como ferramentas para a missão.

Novos resultados, novos métodos

“Nós entendemos que não dá para esperar novos resultados fazendo as mesmas coisas. Nosso desejo é que aconteça uma revolução espiritual em cada igreja, por isso aceitamos o desafio de adotar novos métodos no trabalho missional”, explica o pastor Erlo Braun, líder dos adventistas da região.

A necessidade de realizar mudanças estratégicas e inovadoras foi aconselhada pela pioneira da Igreja Adventista, Ellen G. White, já em 1895. Ela escreveu: “Enquanto vocês trabalham e planejam, novos métodos são apresentados à sua mente, a todo momento e, pelo uso, aumentarão as faculdades de seu intelecto” (Review and Herald, 11 de junho de 1895).

0813apl-reuniao

Anciãos do distrito pastoral de Freguesia do Ó em
reunião semanal para avaliar as metas do grupo

Cláudia Ferman é professora adventista e já participou de um dos encontros de imersão acadêmica nas 4DX proporcionados pela sede administrativa. Ela diz que já acreditava no potencial desse tipo de ferramenta e comemora a iniciativa da denominação: “Eu sempre acreditei que a Igreja deveria adotar os princípios administrativos para acolher mais discípulos e isso está se tornando realidade agora!”

Processo

O processo acadêmico é simples e intenso. Pastores, funcionários, anciãos, líderes de ministérios e membros participam de encontros de certificação no módulo. Eles ouvem, anotam, assistem a filmes, discutem e praticam. Até julho, mais de 20 encontros foram realizados e 200 horas dedicadas ao estudo das disciplinas que precisam ser desenvolvidas. Cerca de 3 mil pessoas estão envolvidas nesse processo.

Os encontros de certificação foram oferecidos às 250 igrejas da região e os participantes se encontram em pleno desenvolvimento prático. Dalton Mendes é aposentado e revela que irá aplicar as técnicas “no trabalho, na rotina e na igreja porque são muito boas”.

Resultados

Entretanto, a realidade estrutural da Igreja Adventista pode ser um desafio para a implementação desse processo, visto que as 4DX necessitam de uma definição clara de equipes e muitos membros lideram mais de um departamento na igreja local.

Na opinião do pastor Erlo Braun, a solução será usar a estrutura da Escola Sabatina, tendo em vista que esse ministério é o que melhor pode receber a metodologia proposta pelo programa. “Imagine a Igreja se reunindo por equipes, na hora da Escola Sabatina para falar daquilo que cada membro fez para ajudar sua equipe a atingir a meta? Vejo a mão de Deus se movendo e as coisas se encaixando perfeitamente para o cumprimento da missão”, conclui o líder.

Até o fim do ano, o processo de implementação das 4DX prevê acompanhamento da metodologia, encontros de motivação e celebração, entrega de certificados oficiais, entre outras ações. É o teste de novos métodos que podem promover o crescimento das pessoas e aproximação delas de Cristo.

“As quatro disciplinas só funcionam juntas, e mudar o comportamento para aplicá-las é muito difícil. Mas nós devemos sofrer de uma das duas dores: a dor da disciplina ou a do arrependimento”, enfatiza Bill Moraes, consultor da Franklin Covey.

Novos hábitos

Para você entender melhor quais mudanças estão ocorrendo nessas igrejas paulistas, leia uma breve explicação sobre as quatro disciplinas propostas pela ferramenta 4DX.

Disciplina 1 - Foque no crucialmente importante
Nada é mais relevante para uma equipe do que a meta crucialmente importante (MCI). Em qualquer área da Igreja Adventista, fazer novos discípulos é a MCI que deve ser mensurada e ter um prazo de validade para ser alcançada. “A aplicação dessa disciplina nos fez entender que nossa MCI é fazer 2.800 novos discípulos até o fim do ano. Qualquer coisa além desse foco é considerada o redemoinho diário da Igreja, mas nunca mais importante que a meta”, afirma o pastor Erlo Braun.

Disciplina 2 – Atue sobre as medidas de direção
São as ações que levam ao alcance da MCI. Não basta saber a meta, é preciso medir os novos comportamentos que serão adotados para cumpri-la. Nesse caso, se aplica um controle semanal de estudos bíblicos, por exemplo.

Disciplina 3 – Mantenha um placar envolvente
O próximo passo é criar um placar que mostre se a equipe está perto ou longe do alvo. Ele deve ser simples, visível e informar claramente se a equipe está perdendo ou ganhando o “jogo”. “Nosso placar é virtual e bem-humorado, mas mostra claramente nossa meta de fazer novos discípulos”, revela o pastor José Coelho, líder de uma equipe com sete pastores distritais.

Disciplina 4 – Crie uma cadência de responsabilidade
Para conquistar engajamento e comprometimento é preciso realizar uma reunião semanal sobre a MCI, na qual cada membro da equipe presta contas sobre o que fez na última semana para ajudar a equipe a avançar no placar. “Falando sinceramente, acho que estávamos um pouco perdidos no trabalho da igreja, mas agora nos encontramos. É o que estava faltando para nos engajarmos”, desabafa Iracema Junqueira, professora de Língua Portuguesa. [Colaborador, Thiago Campossano ]