Notícias Adventistas

Retiro espiritual marca o final de semana de 150 pessoas

O evento teve o foco no reavivamento espiritual e na preparação para a volta de Jesus.

[Juiz de Fora, MG] Busca, consagração e mudança. Essas palavras resumem o que 150 pessoas buscaram entre os dias 30 de agosto e 1º de setembro no retiro espiritual localizado na fazenda Casa da Mata, na saída de Juiz de Fora, sentido Matias, em Minas Gerais.

O evento foi organizado pelo pastor da Igreja Adventista de São Bernardo, Jurandir Chagas, entre outros pastores e membros da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD), no Sul de Minas.

Os participantes tiveram momentos de oração em duplas e individuais.

Os participantes tiveram momentos de oração em duplas e individuais.

O programa iniciou-se na sexta-feira, às 19h 30, com as boas-vindas dadas pelo pastor Chagas. Em seguida, ele convidou líderes das igrejas presentes a segurar um tocha, simbolizando o Espírito Santo. Depois de acender as tochas, todos os líderes, juntamente com o pastor Chagas, foram ao Santuário, construído conforme o Antigo Testamento, para consagra-los com uma oração e levar as tochas ao altar de sacrifício como simbolismo da morte de Cristo na Cruz do Calvário.

Na madrugada de sexta-feira para sábado, 31, os retirantes participaram da Santa Ceia às 4h. Depois de lavarem os pés, todos os que participaram receberam uma roupa branca e uma coroa, representando a Ceia no céu. Logo após, foram ao auditório, onde estava montada a Santa Ceia. Dali, já foram assistir o culto e realizar as atividades previstas entre palestras sobre o Espírito Santo e orações em duplas e individuais.

Já no domingo, os participantes começaram o dia com “A caminhada do poder”, às 6h, em volta do acampamento. O retiro foi finalizado por volta das 12h e todos puderam voltar aos lares com a motivação, instrução e desejo de preparar para a volta de Jesus.

Segundo o pastor Chagas, esse evento veio de encontro com a necessidade de buscar o Espírito Santo e o reavivamento da IASD. E essa necessidade também foi sentida por quem assistiu. Esse foi o caso de Wellington Martins, membro da IASD do Retiro, em Juiz de Fora. “O evento fez a diferença, pois senti que nós precisamos do Espírito Santo todos os dias”, reconhece. [Equipe ASN, Vanessa Lemes]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox