Notícias Adventistas

Quebrando o Silêncio alerta contra perigos da Internet para crianças

Campanha deste ano orienta pais em relação às precauções que devem ter quanto ao conteúdo que os filhos acessam na web.

Projeto Quebrando o Silêncio aposta na orientação e educação como instrumentos eficazes para diminuir perigo na rede.

Projeto aposta na orientação e educação como instrumentos eficazes para diminuir perigo na rede.

Brasília, DF… [ASN] Crianças e adolescentes em contato com o mundo virtual por meio de telefones, computadores ou tablets é uma realidade inevitável. Os riscos de crimes nesse ambiente também aumentam. Levantamento feito pela empresa de segurança Kaspersky Lab, a partir da ferramenta de Controle dos Pais, mostrou que mais de 52 milhões de tentativas de visitas a redes sociais e mais de 25 milhões de tentativas de acesso a sites pornográficos foram registrados nos cinco primeiros meses desse ano. O projeto Quebrando o Silêncio aposta na orientação e educação como instrumentos eficazes para diminuir esse perigo. Nesse ano, a ênfase da campanha voltada às crianças está no tema Perigos em rede.

A coordenadora sul-americana do projeto, Wiliane Marroni, explica que foi produzida uma revista com linguagem adaptada ao público infantil que enfoca as ameaças principais no ambiente virtual. “A campanha desse ano chama a atenção de pais e mães para a necessidade de auxiliar seu filho a conviver de maneira saudável na web. A revistinha, impressa e em formato eletrônico, também ensina os pequenos a tomarem alguns cuidados”, ressalta a coordenadora.

Do virtual ao real – Na prática, ninguém se insurge contra o uso de tecnologias. A preocupação de educadores e demais profissionais da área é com a educação para o comportamento de crianças e adolescentes na Internet. É o que pensa, por exemplo, a psicóloga Karyne Correia, mestre em psicologia e que trabalha com conteúdo para Internet há cinco anos. “Aceitamos muito bem os sites de relacionamento, e já era de se esperar, já que somos seres (humanos) sociais. Contudo ainda sentimos o desejo do contato físico, do toque, do aproximar-se. E na ânsia de transpor o relacionamento unicamente virtual, muitos (de crianças a adultos) têm arriscado suas vidas. A necessidade de ser virtualmente popular favorece comportamentos de exposição que colocam em risco a segurança pessoal e familiar. O relacionamento virtual, envolto pela sedutora roupagem do novo e do desconhecido, tem sido uma porta de entrada para a violência. Não podemos (nem precisamos) fugir da tecnologia, mas podemos ensinar as pessoas a usá-la de forma mais segura”, analisa a profissional.

Sobre o projeto – Quebrando o Silêncio é um projeto educativo e de prevenção contra o abuso e a violência doméstica promovido anualmente pela Igreja Adventista do Sétimo Dia em oito países da América do Sul, (Argentina, Brasil, Bolívia, Chile, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai) desde o ano de 2002.

A campanha se desenvolve durante todo o ano, mas uma das suas principais ações ocorre sempre no quarto sábado do mês de agosto. Este é o “Dia de ênfase contra o abuso e a violência”, quando ocorrem passeatas, fóruns, escola de pais, eventos de educação contra a violência e manifestações na América do Sul.

Leia a revistinha em formato eletrônico – http://quebrandoosilencio.org/2013/07/10/revistinha2013/. [Equipe ASN – Felipe Lemos]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox