Notícias Adventistas

Projeto Vida por Vidas mobiliza jovens e adultos a doarem sangue

Desbravadores e aventureiros divulgaram o projeto com panfletos nas ruas de Juiz de Fora.

A doação de sangue dura, aproximadamente, 12 minutos.

A doação de sangue dura, aproximadamente, 12 minutos.

Amar, compartilhar e salvar. Já imaginou fazer tudo isso de uma só vez? Mobilizados pela campanha Vida por Vidas, aproximadamente 130 pessoas, entre desbravadores, aventureiros e funcionários da Associação Mineira Sul (AMS), escritório da Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD) no Sul de Minas, demonstraram amor através da doação de sangue no Hemocentro de Juiz de Fora – Hemominas , em Minas Gerais, entre os dias 30 de setembro e 11 de outubro.

Depois de preencher o cadastro, receber orientações, passar pela triagem clínica, triagem hematológica – teste para anemia- e fazer um lanche leve, cada voluntário foi encaminhado para a sala de doação.

Um ato de 12 minutos pode salvar até três vidas. Essa é a motivação dos jovens adventistas, inclusive do funcionário da AMS, William Douglas de Andrade. “Sinto-me feliz porque uma simples atitude ajuda outras pessoas. Isso é muito bom”, explica.

“O sangue é um medicamento que não tem como manipular. O nosso maior desafio é encontrar pessoas que se comprometam em doar”, desabafa Jéssica Aparecida Pereira, estagiária em assistência social do Hemominas, em Juiz de Fora.

Segundo o Ministério da Saúde, a mulher pode doar a cada três meses e o homem a cada dois. Mas o Hemominas de Juiz de Fora pede para a mulher doar três vezes ao ano e o homem quatro, no máximo.

Segundo a assistente social da Captação de Doadores do Hemominas de Juiz de Fora, Claudia Lanna, esta época está em baixa. “A gente costuma brincar que os doadores se comunicam, pois quando falta doação em um hemocentro, automaticamente, falta em outros. Nesta época, por exemplo, está em falta”, comenta.

Por esta queda de doação, a ajuda chegou em um momento oportuno. “Quero agradecer vocês, pois a igreja tem ajudado muito e vejo que vocês fazem isso como um ato de amor”, diz Jéssica Aparecida aos jovens que foram doar.

Divulgação do projeto nas ruas de Juiz de Fora.

Divulgação do projeto nas ruas de Juiz de Fora.

Vida por Vidas

Criado em 2005, o projeto pertence à IASD e acontece, oficialmente, uma vez por ano. Só na América do Sul, o Vida por Vidas conta com mais de 300 mil doadores e tem o objetivo de “conscientizar os cidadãos para o hábito de doar, suprindo assim a demanda dos estoques de sangue nos hospitais e hemocentros”, anuncia em seu portal oficial.

Curiosidades

Em uma só vez, cada pessoa pode doar 450 ml de sangue e este processo dura, mais ou menos, 12 minutos. Após 45 minutos recolhido, o sangue vai para uma “centrifuga”, máquina que separa o plasma, as plaquetas e hemácias, três componentes essenciais no sangue. Ou seja, uma bolsa de 450 ml se divide em três, cada uma é destinada para uma pessoa diferente, podendo salvar três pessoas com uma única doação. [Equipe ASN, Vanessa Lemes]
Tire algumas dúvidas sobre doação de sangue no site Vida por Vidas: http://www.vidaporvidas.com/

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox