Notícias Adventistas

Projeto “A Presença de Deus em minha vida” fortalece a comunhão Espiritual de mulheres.

Por Mariana Jósimo

No sábado, dia 23 de junho, 325 mulheres das regiões de Hortolândia, Indaiatuba e Piracicaba estiveram envolvidas no projeto “A Presença de Deus Em Minha Vida” com o objetivo de fortalecer a comunhão espiritual. O evento ocorreu na estância Árvore da Vida, em Sumaré. “Não trouxemos nenhum cantor profissional e também não fizemos ornamentação. A nossa proposta é que elas tenham realmente um encontro com Deus, que elas procurem esse encontro com Deus por sua própria motivação”, diz Elane Ferreira, líder do Ministério da Mulher da APSo.

Na parte da manhã, elas praticaram o estudo da Bíblia individualmente, fizeram também a sua meditação pessoal, oraram e cantaram hinos de louvor. A natureza proporcionou um ambiente adequado para a busca da presença de Deus. “Este é um projeto que Deus, na realidade, trouxe a nós para que pudéssemos ter a alegria de ouvi-lo falar, porque durante a semana nós temos muitas atividades e não estamos ouvindo a Sua voz. O ponto principal disso é estarmos na natureza, porque a natureza fala de Deus e nós podemos ouvir mais claramente Sua voz”, afirma Noeli de Castro, convidada especial.

Elis Regina Moreira Silva, da IASD Santa Rita – Hortolândia, conta que estava com um problema muito sério, mas encontrou conforto. “Nessas 2 horas que passei com Deus, Ele me mostrou que às vezes nós temos dificuldades de compreender o propósito dEle, de compreender a Sua resposta, mas Ele está sobre o comando. Eu cheguei aqui com um peso muito grande no coração, com um problema muito grande e agora eu estou aliviada”, declara Elis Regina.

À tarde, as mulheres se dividiram em grupos para poder compartilhar suas experiências, para abrir o coração e falar daquilo que Deus tem feito na vida delas. “A nossa proposta também é que todas as coordenadoras que participaram possam levar este projeto e aplicar nas suas igrejas e grupos, para que alcancemos o maior número possível de irmãs”, conclui Elane Ferreira, líder do Ministério da Mulher da APSo.

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox