Notícias Adventistas

Paulistana termina o ano com batismos e novos projetos

Sidionil Biazzi, presidente da APSão Paulo, SP… [ASN] O território da Associação Paulistana é muito desafiador.  Aqui vivem cerca de nove milhões de pessoas e existem 35.100 membros de igrejas, mas é na região central que está o grande desafio do campo. Segundo o pastor Sidionil Biazzi, presidente da associação, no ano de 2012 os obreiros, funcionários e voluntários trabalharam muito para que mais pessoas conhecessem o plano de Deus para as suas vidas. Foram batizadas cerca de duas mil pessoas.Uma atenção especial de evangelismo foi dada para a região da Baixada Santista, com o projeto de Evangelismo Integrado de Colheita, o EIC. O projeto envolveu 36 igrejas, que receberam 36 pregadores de todas as associações do estado de São Paulo e de outros locais do Brasil. Durante uma semana de programações aconteceram 252 batismos e 1237 interessados visitaram as igrejas.

Nas últimas quatro décadas a maior parte do trabalho da Paulistana foi realizado na região metropolitana. De dez anos para cá, a AP colocou o foco na região central e novas congregações foram surgindo. O desafio fez com que fosse nomeado um novo evangelista especificamente para essa região, o pastor Valter Araujo.“São notórios os avanços feitos na área do evangelismo feitos pela Associação Paulistana, no litoral, interior e região metropolitana; agora o campo volta a atenção para sua origem: a cidade de São Paulo”, explica o pastor Araujo.

São cerca de 20 igrejas localizadas na linha do metrô, que já começaram a receber investimentos, para a estruturação física e adequação dos prédios, além da elaboração de uma estratégia de impacto para alcançar as pessoas que vivem na cidade. Em 2012, por exemplo, foi colocado em ação o projeto de missão global de uma igreja no bairro de Perdizes. As reuniões funcionam em formato de home church e seguem a nova tendência de evangelizar em grandes cidades. Algo que a Paulistana já faz há algum tempo, com investimento nas igrejas localizadas em regiões mais urbanizadas, pois com o avanço das linhas de metrô, eles irão receber um fluxo renovado de pessoas.

Sem contar com o desenvolvimento de projetos já consolidados, como a Nova Semente a Igreja de Vila Olímpia, que estão mais voltadas em atingir o público pós-moderno.Na Paulistana também houve uma expressiva mobilização com o projeto Impacto Esperança. O resultado foi a entrega de cerca de um milhão de livros. A Igreja de Moema, na zona sul de São Paulo, utilizou uma estratégia diferenciada para atingir os condomínios com a mensagem de salvação.Região central de São Paulo

A congregação criou uma revista especial que mostra os departamentos da Igreja Adventista como um todo. Ela foi distribuída juntamente com o livro A Grande Esperança. Uma forma diferente de atingir o bairro nobre e de difícil acesso às famílias. Até o final de 2013 a Paulistana pretende entregar dois milhões de livros. A Paulistana recebeu também a Caravana Novo Tempo, no auditório do Colégio da Vila Yara. Cerca de duas mil pessoas participaram do programa de Evangelismo. Para que essa mobilização evangelística aconteça, é fundamental o envolvimento com o Ministério Pessoal. As duplas missionárias, pequenos grupos e estudo bíblicos.

Alguns projetos especiais na área da saúde foram promovidos no ano de 2012 pela AP, como por exemplo, as feiras de saúde. A iniciativa promove qualidade de vida para a comunidade e ensina os oito remédios naturais de Deus. Até as crianças entraram na onda, com Exposaúdekids e o Dia da Comidinha Feliz.  O Ministério de Publicações também decidiu investir nessa área, promovendo a Escola Médico Missionária para os colportores. Em 2012 também surgiu o projeto “Viva Mais Vida”. Uma iniciativa de saúde comunitária, que visa a educação e o estilo de vida mais saudável. O projeto acontece em empresas, escolas e instituições civis e religiosas. A paulistana também formou a primeira turma do Curso de Nutrição de culinária natural. O programa é baseado em alimentos sem nenhum uso de origem animal. O curso técnico tem a duração de um ano e meio com aulas de anatomia, fisiologia, cozinha industrial, vigilância sanitária, entre outras.

O Centro de Treinamento foi ampliado, como novos quartos, apartamentos para funcionários, um deck, uma nova padaria, cozinha, um segundo auditório, mini éden, laboratório de informática, além das reformas que beneficiaram tanto a escola da Granja Viana, como o núcleo infantil da ADRA. A Clínica Adventista Vida Natural ampliou a sua estrutura. No início de 2013 serão inaugurados 10 chalés. Um ambiente diferenciado para a família, com mais conforto e privacidade para os hóspedes. A Associação Paulistana recebeu duas doações importantes em 2012. A primeira delas foi uma sede de acampamentos na cidade de Mairinque, que foi uma contribuição do casal Walmy e Eglain. O local será um novo centro de treinamento para atender a demanda de eventos e programações da igreja.

Houve também a doação de um terreno em Caucaia do Alto, doado pelo deputado estadual Vitor Sapienza e seu antigo sócio Roberto Chiaverini. O terreno tem uma área de 185 mil metros quadrados e irá atender principalmente os jovens e desbravadores. O local tem o dobro do tamanho da atual sede, localizada em São Roque. O Colégio de Diadema está na sua fase final de reformas. O novo projeto tem oito mil metros quadrados e mais 30 salas de aula estão sendo construídas, o que vai contribuir bastante para um número maior de alunos.Foram realizadas também ampliações nas escolas de Cotia, Lapa e Santos. As obras da nova sede da Paulistana estão em ritmo acelerado. A previsão é que o prédio seja inaugurado em agosto de 2013. Este ano também foram inauguradas e reinauguradas algumas igrejas.

ChalésMuitos projetos aconteceram na Paulistana durante o ano. Destacam-se entre eles o curso para sogros, organizado pelo Ministério da Família;  a visita dos tesoureiros das igrejas à Rede Novo Tempo de Televisão;  cursos de finanças pessoais na área de Mordomia Cristã, que já formou 1070 casais. Tecmissão, treinamento do departamento de comunicação, que foi transmitido pela internet e o encontro de mulheres realizado no CT, que reuniu 200 pessoas.Aconteceu também a convenção sobre a Escola Sabatina, que teve como objetivo rever e confirmar a visão e a missão desde departamento, além de um DVD de estudos bíblicos em libras que foi distribuído para vários locais do Brasil. Um dos projetos que também chamou atenção foi o desafio Desbravando Saúde. O objetivo foi incentivar os desbravadores a aprenderem mais sobre um estilo de vida saudável, de acordo com a orientação de Deus.

Mais de mil aventureiros vivenciaram a caravana israelita pelo deserto na 16º edição do Aventuri, que aconteceu no mês de outubro. Os jovens se mobilizaram com a Missão Calebe, em Piedade e em Tapiraí, onde duas mil pessoas foram alcançadas com a mensagem adventista.Na área ministerial aconteceram dois concílios especiais. O primeiro, logo no início do ano foi para os pastores e contou com a participação do pastor iraquiano Joseph Kidder, que com as suas experiências de vida ampliou o conhecimento dos pastores sobre outras culturas. Houve também um curso especial para anciãos, com mais de 200 participantes.Batismo

No mês de dezembro, John Graz, diretor geral da Igreja sobre Liberdade Religiosa, esteve no Centro de Treinamento de Cotia e falou sobre os avanços na área.Um dos eventos que também repercutiu bastante foi o Adventure School.  Tanto a competição esportiva, quanto a de conhecimento agitaram as escolas adventistas da rede.

“Tudo o que aconteceu em 2012 teve um só propósito. Levar a mensagem da Grande Esperança ao maior número possível de pessoas do território da Associação Paulistana. Seja no litoral, interior, região metropolitana e na desafiadora região central de São Paulo”, afirma o presidente da AP. [Equipe ASN, AP]

 

[fve]http://youtu.be/k_Lla_u9d88|560|315[/fve]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox