Notícias Adventistas

Pastores do oeste paulista participam de evangelismo na Angola

Os dois pastores participaram do programa Luanda para Cristo

auditório lotado para ouvir mensagens de esperança.  Demonstrações de fé dos angolanos emocionaram os pastores adventistas

Auditório lotado para ouvir mensagens de esperança. Demonstrações de fé dos angolanos emocionaram os pastores adventistas

Ouro Preto, SP… [ASN] Os pastores Roberto Urel e Moisés Reis participaram do projeto evangelístico Luanda para Cristo realizado de 10 a 25 de julho em Angola, no continente africano. Os dois pastores atuam normalmente no oeste do Estado de São Paulo, mas participaram das atividades de evangelismo realizadas entre 15 de junho a 15 de agosto sob a coordenação e supervisão da administração da Igreja Adventista do Sétimo Dia na região (UNA – União Norte Angolana e DAI – Divisão Afro-Oceano Indico).

Segundo o pastor Moisés Reis, o continente africano vive intensamente o espiritismo e sincretismo religioso. Mas, nada é empecilho para a pregação da Palavra de um Deus único. “A mensagem tem ecoado de forma positiva na capital de Angola. Os auditórios superlotavam a cada reunião, de forma que muitas reuniões só puderam prosseguir ao ar livre. Eram centenas e milhares de adultos e crianças que saiam algumas vezes com duas horas, uma hora de antecedência para suas respectivas reuniões que iniciavam simultaneamente nos mais variados pontos às 18h”, relata o pastor Moisés.

O pastor Roberto Urel pregou durante oito noites na igreja conhecida como Gesso I e mais quatro noites na igreja do Gesso II, com um público médio de 3,5 mil ouvintes ao ar livre. Isso resultou em muitas decisões, sendo 121 novos membros batizados pelo pastor Urel. Uma das histórias mais impressionantes foi a de Afonso Tomaz. Sua esposa, Deuísa, orava para que ele fosse à igreja com ela. Ele foi às conferências, e foi batizado no último dia de evangelismo. O pastor Urel relata que muitas vezes se emocionou ao ver a fé das pessoas, que dobravam os joelhos no chão de terra, curvadas em oração.

O pastor Moisés, pregou durante 11 noites na igreja de Luz II, com um público médio de 1,8 mil ouvintes. As pessoas eram acomodadas dentro da igreja, mas como faltava lugar, outros fiéis se amontoavam nos corredores e janelas com certo desconforto. Na primeira etapa da campanha na Luz II, 15 dias antes das conferências, o pastor local já havia batizado 115 pessoas. Durante as conferências com o pastor Moisés, mais 52 pessoas foram batizadas. O pastor Moisés relata que a experiência mais marcante foi batizar o motorista, Afonso, que o conduzia todas as tardes às reuniões. [Equipe ASN – Suellen Timm)

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox