Notícias Adventistas

Ordenação ao Ministério

Imposição de mãos São Paulo, SP… [ASN] A ordenação ao Ministério é um momento muito importante na vida de um pastor. Ela reconhece o Ministério já exercido pelo aspirante e, entre outros aspectos, credencia o pastor a realizar, por exemplo, batismos e casamentos. A verdade é que a ordenação é muito mais do que isso é uma prática que aconteceu também com os apóstolos. Segundo o livro obreiros evangélicos, da escritora Ellen White, antes de serem enviados como missionários ao mundo pagão, os apóstolos foram solenemente consagrados a Deus com jejum, oração e imposição de mãos. Assim foram eles autorizados pela igreja não somente para ensinar a verdade, mas para realizar a cerimônia do batismo, organizar igrejas, achando-se investidos de plena autoridade eclesiástica.

“A imposição de mãos é o seguir de uma ordem deixada por Deus. Jesus Cristo quando separou os seus discípulos para as responsabilidades que eles estavam investidos, ele impôs as mãos sobre eles. A igreja cristã tem feito isso desde a ordenação dos pequenos diáconos, diaconisas, anciãos e também os pastores. Isso quer dizer que eles estão investidos de uma autoridade”, afirma o Ministerial para todos o estado de São Paulo.

Na Associação Paulistana a ordenação de pastores acontece todos os anos. Neste ano cinco ministro foram ordenados e tiveram o reconhecimento da igreja de sua vocação e do seu chamado. As esposas também são chamadas para esta obra.
“Eu estou muito feliz por esta oportunidade. É emocionante sentir que a igreja acredita em você. Confia no trabalho e eu tenho certeza que esta responsabilidade será honrada com oração, entrega e dedicação para a pregação do evangelho”, fala o novo pastor ordenado.

Pastores ordenados

A pedagoga Dorotéia Tavares Giroto é esposa de um dos ordenandos, o pastor Márcio Adriano Giroto, que é responsável pelo distrito de Riacho Grande-Centro.  “É uma emoção muito grande. É uma responsabilidade muito grande também. E uma indescritível felicidade”, diz a esposa do ministro.

O pastor José Silvio Ferreira é o Ministerial da Associação Paulistana. Ele teve o privilégio de dirigir a ordenação de seu filho, o agora pastor ordenado, Marden Eduardo Ferreira. “Na Igreja Adventista do Sétimo Dia e ordenação é uma cerimônia com a qual o jovem sonha, espera e hoje nós tivemos cinco deles que se prepararam através dos anos e chegaram a esse momento. Entre aqueles que foram ordenados estava o Marden, que é o meu filho mais novo. Deus me concedeu um privilégio dele ser ordenado com a minha presença ainda como Ministerial”, declara o pastor Silvio. O pastor Valiante finaliza dizendo que quando um pastor é ordenado, quer dizer que ele tem a dimensão do seu ministério ampliada. “Ele tem uma visão mundial, ele executa a função de pastor no mundo inteiro como porta voz oficial da igreja”.

Os pastores ordenados foram Laercio Campos, do distrito pastoral de Mongaguá, Marcio Adriano Giroto, Riacho Grande Centro, Marden Eduardo Ferreira, pastor associado da Igreja de Moema, Roberto Carlos Andrini, pastor distrital do Rio Pequeno e Valmiro Santos, pastor associado do Ministério Pessoal. [Equipe ASN, Isadora Schmitt Caccia]

[fve]http://youtu.be/6R158dCJdFc[/fve]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox