Notícias Adventistas

Olimpíada movimenta mais de 500 Aventureiros da Grande Recife

Atividades estimularam o desenvolvimento físico e social dos participantes.

Durante o dia, crianças participaram de atividades que visaram o desenvolvimento físico e social

Recife, PE… [ASN] Mais de 500 crianças participaram de uma Olimpíada em Aldeia, zona metropolitana do Recife, no dia 22 de setembro. O dia de atividades foi promovido pelo Clube de Aventureiros, uma iniciativa da Igreja Adventista voltada a crianças com idades entre 6 e 9 anos aberta à comunidade. Durante a data, as crianças participaram de um carretel de provas que envolveu 12 modalidades diferentes, dentre elas, natação, salto em distância e corrida.  Todos os participantes receberam um trunfo de participação e os clubes foram premiados com um troféu. Uma bicicleta foi sorteada para aqueles que estavam inscritos nas provas.

O dia não foi apenas para conferir provas tradicionais. Os participantes da Olimpíada dos Aventureiros encararam desafios inusitados, como o “Balde Furado”. Em trios, as crianças precisavam transpor o máximo de água possível de um balde para o outro, afastados a pouco menos de 10 metros, usando uma vasilha furada – e tudo isso em apenas um minuto.

A participante Agnes Barros, de 8 anos, gostou. “Achei muito legal! Nós corremos muito, e conseguimos vencer!”, conta. Já para Emilly Gabriele, de 6 anos, a prova não foi tão legal assim. “Eu fiquei toda molhada, e não consegui encher o balde!”, relembra a menina, que garante, mesmo assim, ter se divertido muito com toda a programação.

E não foram apenas as crianças que se divertiram. Os pais acompanharam de perto as aventuras dos pequenos. A técnica em enfermagem Tânia Maria não desligava a máquina filmadora um segundo sequer. “Tem que registrar tudo! É a primeira vez que meu filho participa de um programa assim. Achei tudo muito interessante e divertido”, conta a mãe, que não é adventista, mas que foi conferir as Olimpíadas de perto e não desligou a câmera nem para conceder essa entrevista, enquanto o filho estava tentando escapar do labirinto de cordas.

Na plateia, amigos e familiares criaram gritos de guerra e caracterização própria. De verde e amarelo, Josiane Guerra acompanhou a participação da filha mais nova nas competições. “Achei tudo muito criativo. Até eu estou me divertindo. E para torcer por ela, vale de tudo”, comenta a mãe, enquanto mostra uma enorme peruca colorida que usou na ocasião.

Um dia de diversão saudável

Segundo o coordenador do evento, o líder de Aventureiros da Grande Recife, pastor Péricles Barbosa, o objetivo do programa foi alcançado. “As crianças não vieram competir! Elas estão brincando e, no final, todos ganham o mesmo prêmio. Aqui elas interagem umas com as outras, em atividades lúdicas, que visam o companheirismo e cooperação”, explica. “Longe dos videogames, de internet, aqui eles tem contato com a natureza, lugar criado por Deus, junto aos amigos e a família. Até o cardápio hoje foi diferente! Comida totalmente vegetariana, para que as crianças estejam bem alimentadas e nutridas.”

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox