Notícias Adventistas

Novas gerações e grandes cidades estão na mira do evangelismo virtual

As novas gerações querem experiências mais significativas e neste evento a Igreja discute como ser relevante para elas.

Silver Spring, EUA… [ASN] A 12ª edição do Global Adventist Internet Network (GAiN) teve início nesta quarta-feira, 24, nos Estados Unidos, com um tema provocativo. Algo como “Contar nossa história em mundo em rápida mudança”. As dezenas de participantes, de todas as partes do mundo, são profissionais e gestores de comunicação das mais diversas instituições adventistas do planeta. Todos admitem que precisam encontrar maneiras de alcançar novas gerações e as grandes cidades com conteúdos, formatos e experiências relevantes.

Mas como fazer isso na prática? O Gain é um evento onde se levantam perguntas e ideias e sugestões para tentar resolver isso. Tanto que possui edições regionais em todos os continentes. Na edição mundial desse ano, realizada na sede adventista global, em Silver Spring, perto de Washington, até agora algumas ideias foram compartilhadas por alguns expositores.

Gary Krause abriu o evento enfatizando que as grandes cidades podem ser alcançadas com a mensagem do evangelho por meio do trabalho nas redes sociais.GAiN 2016 held at the General Conference Headquarters building in Silver Spring, Maryland, February 24-27, 2016 with the theme "Telling our story in a rapidly changing world." Global Adventist Internet Network.

Gary Krause abriu o evento enfatizando que as grandes cidades podem ser alcançadas com a mensagem do evangelho por meio do trabalho nas redes sociais

Gary Krause, secretário executivo mundial associado para a área chamada Global Mission, lembrou que o evangelismo no mundo virtual é uma oportunidade incrível para falar de Cristo e Sua mensagem nas grandes cidades. E o pesquisador da Universidade Adventista de Montemorelos, no México, Harvey Alférez, frisou que 66% das pessoas do mundo deverão viver em áreas urbanas até 2050 e que pelo menos mais de 500 cidades chegarão a 1 milhão de habitantes. É esse continente que Krause espera que se alcance com a mensagem bíblica.

Alférez ressaltou, em sua fala, que o crescimento do mundo digital tem obrigado, inclusive, organizações como a Igreja Adventista a utilizar Big Data* para nortear seus planejamentos e mesmo sua aproximação com diferentes públicos a partir da compreensão do que elas pensam. Ele chegou a fazer uma pesquisa em Nova York, por meio do Twitter, mais de 2 mil tweets, durante 1 mês e meio, a fim de entender qual era o sentimento dos moradores, ou seja, quais são suas necessidades.

Nesse vídeo, Felipe Lemos e a supervisora de marketing digital da Novo Tempo, Lígia Pacheco, fazem um resumo de algumas palestras do dia.

Ideias

Algumas ideias já começaram a ser apresentadas para tentar criar estratégias de relevância de conteúdo e experiência no mundo virtual para as novas gerações nas grandes cidades. O búlgaro Nikolay Velinov, por exemplo, que mora no Canadá, apresentou uma proposta diferente. O aplicativo, ainda apenas em inglês, Sabbath School Challenge foi criado por ele depois de cerca de 1 ano de trabalho com a intenção de criar um ambiente propício para quem está familiarizado com o conceito de gamification, ou seja, está acostumado com games e produtos ou serviços em forma de jogos ou de competições.

Na prática, o usuário pode responder a perguntas sobre as temáticas abordadas na lição da Escola Sabatina, estudada por milhões de adventistas mundialmente. Ao acertar, ele ganha pontos, ultrapassa fases e ainda pode “jogar” online com outras pessoas, ao mesmo tempo, em várias partes do mundo. “No futuro, queremos que as pessoas possam criar suas próprias perguntas e grupos específicos para tipos de dúvidas peculiares”, comenta Velinov.

Andre Brink, diretor de mídias digitais da Adventist Review e Adventist World, também apresentou ideias a respeito de aplicativos para potencializar o conteúdo dessas publicações centenárias em papel. Ele explicou que pelo menos 7% dos assinantes da revista Adventist Review, uma das mais tradicionais publicações adventistas do mundo, também demonstraram interesse em ver o conteúdo no formato digital. Brink salientou, no entanto, que esses aplicativos estão sendo produzidos com diferentes conteúdos em formatos diversos e convergentes como podcasts, vídeos, etc. [Equipe ASN, Felipe Lemos]

*  Big Data é um termo amplamente utilizado na atualidade para nomear conjuntos de dados muito grandes ou complexos, que os aplicativos de processamento de dados tradicionais ainda não conseguem lidar. O termo, muitas vezes, refere-se ao uso de análise preditiva e de alguns outros métodos avançados para extrair valor de dados, e raramente a um determinado tamanho do conjunto de dados.

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox