Notícias Adventistas

Projeto de saúde une médicos e colportores na Bahia

Iniciativa tem colaborado com mudança na alimentação e estilo de vida de pacientes

csf1

Consultores de saúde da família, como Maicon, recebem de médicos os contatos de pacientes e agendam visitas

Lauro de Freitas, BA …[ASN] Em Itaberaba, município baiano de 66 mil habitantes localizado na região da Chapada Diamantina, Maicon Rocha confere algumas fichas no escritório de sua casa. Logo a seguir, faz uma ligação. A chamada é atendida por Lelia Cerqueira, funcionária pública e agente da guarda municipal. Eles conversam sobre um encontro para o o período da tarde, às 15h. No horário combinado, ele e a esposa, Jaqueline Ribeiro, chegam no destino, de jalecos brancos. Conversam sobre perda de peso e reeducação alimentar, enquanto Rocha  manipula um equipamento que verifica a pressão arterial de Lélia.

Leia também:

Maicon é psicólogo e Jaqueline, fisioterapeuta. Ambos são consultores de saúde da família, uma iniciativa que está levando qualidade de vida e literatura sobre saúde para a população da Bahia. O programa, implantado no Estado pelo Ministério de Publicações da Igreja Adventista do Sétimo Dia, conta com apoio de médicos e tem atraído profissionais recém-formados de cursos de saúde. Garantia de trabalho e satisfação por uma missão capaz de transformar vidas. Já são oito médicos envolvidos com o programa.

csf2

A ginecologista Lenília Hespanhol começou, com o esposo, um programa de visitas a pacientes para oferecer a literatura e orientar para um novo estilo de vida

Os consultores de saúde da família recebem de médicos os contatos de pacientes, e a partir daí agendam visitas. Oferecem literatura e fazem acompanhamento periódico da evolução do quadro clínico, proporcionado pela mudança no estilo de vida. Alimentação natural, exercícios físicos, repouso adequado, moderação. Os remédios naturais são aliados da medicina preventiva. O resultado é aprovado pelos clientes. “Minha filha estava engordando muito, e uma outra filha, de sete anos, corria risco até de perder a visão. Sonhava com a visita assim e com esse programa, e os livros, conseguimos mudar a alimentação, com os cardápios com receitas de pratos saudáveis”, afirma Lélia, que também passou a estudar a Bíblia.

A ideia do consultor de saúde surgiu na cidade de Luís Eduardo Magalhães, de 80 mil habitantes, na região do oeste baiano. A ginecologista Lenília Hespanhol desejava ir além do atendimento médico, proporcionando orientações sobre estilo de vida promovidas pela Igreja Adventista, da qual faz parte. Empresária, Lenília é proprietária do Hospital e Maternidade Silvestre, o mais conhecido da cidade. “Eu deixava com meus pacientes, que precisavam emagrecer, ou de uma nova educação alimentar, os livros que os Colportores vendiam, mas não podia ir além disso, devido à rotina do trabalho”, contou. Em parceira com o esposo, Jackson, administrador do hospital, eles tiveram a ideia de visitar os pacientes, levando mais informação e os livros.

A ideia fez a diferença para muitas pessoas na cidade. E foi implantada como programa do Ministério de Publicações. “Foi uma grande ideia que ajudou a tornar a Colportagem mais moderna, atualizada, que atende melhor as expectativas do mercado”, comentou José Valter, líder de Publicações da Igreja Adventista para a região sudoeste da Bahia. O sonho agora é fazer com que os consultores de saúde trabalhem em hospitais e clínicas, perto dos médicos. Ideia elogiada por Lenília, que já reservou até uma sala do hospital para o atendimento do consultor. [Equipe ASN, Heron Santana]

Assista ao minidocumentário sobre os consultores de saúde da família:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox