Notícias Adventistas

Mesmo com câncer, atleta participa de corrida em MG

Jovens, idosos, crianças e famílias inteiras reservaram o domingo para a atividade física

Cleuza percorreu os 5km na corrida (Fotos: Anne Seixas)

Cleuza percorreu os 5km na corrida (Fotos: Anne Seixas)

Juiz de Fora, MG … [ASN] Para alguns, a corrida é mais que um esporte. É o caso de Cleuza Campos, que começou a correr após a descoberta de um câncer. Mesmo de muletas, a atleta amadora não deixou de participar da primeira Corrida e Caminhada “Mexa-se Pela Vida”, que reuniu 1.200 atletas em Juiz de Fora, cidade da Zona da Mata mineira, no dia 26.

Ela ficou sabendo do evento através da divulgação em outras corridas da cidade. Os participantes acordaram cedo e enfrentaram o frio para cumprir o desafio. Com percursos de 3 km e 5 km, escolheram entre caminhada e corrida num trecho que reuniu aclives, declives e muito esforço.

Ivaniz Aparecida Ribeiro é a primeira colocada no ranking feminino

Ivaniz Aparecida Ribeiro foi a primeira colocada no ranking feminino

Entre os inscritos havia crianças, idosos, praticantes assíduos da corrida e até aqueles que participavam desse tipo de atividade pela primeira vez. Com a promoção maciça na internet, muita gente ficou sabendo e escolheu participar de forma individual ou por equipes.

O pastor Gustavo Marques, líder do departamento de Saúde para essa região e organizador do programa, explica que o objetivo foi promover a prática de exercícios físicos e um estilo de vida saudável. “O projeto “Mexa-se Pela Vida” foi criado pela Igreja Adventista do Sétimo Dia para oito países sul-americanos, e aqui nós decidimos realizar esse grande projeto com o fim de incentivar as pessoas à prática do exercício físico e, ao mesmo tempo, uma forma de cuidar do corpo, que é o templo do Espírito Santo”, declara Marques.

Famílias participaram do evento

Famílias participaram do evento

Ellen Zaquini também é um exemplo de mudança de vida. Vigésima primeira colocada no ranking, descobriu no esporte uma forma de manter a saúde. “Eu comecei a correr há três anos. Na época, eu pesava 135 kg e vim descobrir na corrida que eu consigo manter o meu corpo e a saúde e estou aí, correndo, vivendo e cada dia e correndo mais”, declara. [Equipe ASN, Anne Seixas]

Clique aqui para conferir o ranking

Clique aqui para conferir a galeria de fotos

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox