Notícias Adventistas

Corrida Mexa-se Pela Vida em Florianópolis mostra exemplos de superação

Prova foi um incentivo para a comunidade ter um estilo de vida saudável

30 de novembro de 2016

mexa-se-pela-vida-28Florianópolis, SC… [ASN] “Eu consegui”, “me superei hoje”, “exercício físico é bom demais”, “apesar de cansado, me sinto bem melhor agora”, “não acredito que cheguei no final”, “eu vou fazer da corrida uma atividade para a vida toda”. Essas frases são um resumo da sensação na chegada dos participantes da I Corrida Mexa-se Pela Vida em Florianópolis. A prova, que teve como palco a Avenida Beira Mar Continental, recebeu nesta edição de estreia mais de 400 participantes.

O objetivo do evento? Um só, como explica o pastor Francisco Fonseca, coordenador do evento: “Nossa intenção não foi promover a competição, mas sim a saúde. Motivar as pessoas a terem um estilo de vida saudável”. Apesar do evento ser realizado em Florianópolis, pessoas de todos os lugares do Estado estiveram presentes: “Eu nunca havia corrido. É a primeira vez e pretendo continuar. Valeu a pena viajar 230 quilômetros para participar”, explica Luziana Silva de Jesus, de Bom Jardim da Serra.

Acima do peso devido a um acidente, Carlos se superou na corrida

A corrida Mexa-se Pela Vida foi um exemplo de superação. Carlos Eduardo Reis de Souza tem 30 anos e há 9 anos sofreu um grave acidente de moto. A dificuldade para recuperação o fez aumentar o peso para 128 kg, mas isso não foi empecilho para ele ser um vencedor no dia 27. “Há um tempinho estou tentando emagrecer. Mas hoje foi uma prova de superação. Eu falei assim comigo mesmo: ‘eu vou me esforçar e não vou caminhar’. Graças a Deus eu mantive o trote e consegui chegar. Eu tinha 40 quilos a menos antes do acidente e gostava de correr, mas agora percebi que eu posso e vou voltar a ter esse hábito saudável”, explica Carlos, assistente de TI em São José.

Ana Cleci Ribeiro Brito é adventista e sabia que faltava algo para melhorar sua comunhão com Deus: “Nós pregamos um estilo de vida saudável e eu já me cuidava na alimentação, mas faltava o exercício físico. E esse projeto foi um acordar para mim porque eu comecei a correr e emagreci 19 kg neste período”, ressalta Ana, moradora de Lages. “Eu acho uma iniciativa espetacular porque a gente vai à igreja e cuida do coração e da alma e aqui a gente está cuidando do corpo”, comenta Alexandre Sita, empresário.

Joaquim, de 72 anos, treinou na sua lavoura em São Joaquim e completou a prova em 27 minutos

A corrida teve premiação por categorias e o destaque foi o senhor Joaquim Quirino Guimarães, que com 72 anos deu uma aula de vitalidade. “”Foi minha primeira corrida. Eu treinei correndo na minha lavoura no interior de São Joaquim e acho que fui bem”, disse o Joaquim, que completou a prova em 27 minutos. “Estamos muito felizes em ver esses exemplos de superação e de impacto positivo na sociedade. Podem ter certeza que ano que vem iremos realizar a segunda edição”, confirma o pastor Apolo Abrascio, presidente da Igreja Adventista no centro sul de Santa Catarina (Associação Catarinense – AC).

“Nossa igreja incentiva um estilo de vida saudável e eventos como esse mostram para a comunidade um pouco da nossa filosofia de vida. Para nossa alegria tivemos 106 amigos conhecendo a igreja adventista através desta corrida”, explica o pastor Francisco Fonseca, líder do Ministério da Saúde da Igreja Adventista no centro sul de Santa Catarina. “Eu não sou adventista, então estar aqui em contato com todo mundo, estar vivendo esse clima. Pra mim faz bastante diferença e motiva a frequentar mais a igreja adventista”, conclui Alexandre Sita. [Equipe ASN – Daniel Gonçalves]

Fotos de David Gregório

Mais fotos na página da Associação Catarinense no Facebook

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox