Notícias Adventistas

Projeto “Os Dois Ministros” inspira união de pastor e colportor na evangelização

Marcelo_Valesco

Valesco (esquerda) foi inspirado por Marcelo a ingressar na colportagem para evangelizar e viabilizar recursos para estudar Teologia.

Laranjeiras, SE …[ASN] Em 2001, Valesco Silva era um adolescente de 17 anos que vivia no povoado de Mangabeira, em Umbaúba, cidade a 109 km de Aracaju, no extremo sul do Estado. As preocupações sobre o futuro já o dominavam, mas as perspectivas pareciam poucas para quem vivia em um município com menos de 25 mil habitantes. Foi quando ele teve a chance de assistir a uma palestra do pastor pernambucano Marcelo Aurino Figueiredo Silva, líder distrital à época, apresentando o Seminário Adventista Latino-Americano de Teologia do IAENE, hoje Faculdade Adventista da Bahia.

“Antes, pastor Marcelo já havia me perguntado quatro vezes sobre o que eu queria fazer da vida. Mas não tinha resposta para isso”, lembra Valesco. A apresentação o motivou a procurar o pastor com o desejo de cursar Teologia. “Ele veio a mim com esse interesse; eu o motivei para que se preparasse para o curso ingressando na colportagem”, disse o pastor Marcelo.

Valesco_Marcelo_2Ministros

História de Valesco e Marcelo emocionou os pastores distritais de Sergipe durante lançamento do projeto “Os Dois Ministros”

Na manhã de quarta-feira, dia 18 de janeiro, na cidade de Laranjeiras, a 19km de Aracaju, ocorreu uma surpresa durante o concílio ministerial da Missão Sergipe, sede da Igreja Adventista para esse estado do Nordeste. Valesco e Marcelo se reencontraram depois de mais de uma década, durante a promoção do projeto “Os Dois Ministros”. Marcelo percebeu que aquele adolescente sem muita noção de como seria o seu futuro hoje é o pastor Valesco Silva, formado em Teologia, líder do distrito pastoral de Glória, responsável por 14 igrejas e 640 membros. “Valesco me ajudava no evangelismo e agora me surpreendeu. Fiquei emocionado. É mais uma prova de que uma palavra abençoada por Deus não volta vazia”, afirmou Marcelo, que atualmente lidera a igreja em um distrito na cidade de Serra, no Espírito Santo.

A história apresentada a pastores de Sergipe serviu como ilustração do poder de mobilização missionária do projeto “Os Dois Ministros”, que pretende apresentar um plano unificado para duas linhas históricas de ação da igreja, o ministério pastoral e o ministério de publicações. A campanha foi lançada para toda a América do Sul e está sendo apresentada nos concílios regionais das sedes administrativas da Igreja na Bahia e em Sergipe.

O livro “Os Dois Ministros”, de Ezinaldo Ubirajara Pereira, é uma ferramenta que tem sido usada para explicar o projeto. A obra apresenta textos bíblicos e do Espírito de Profecia como bases para a ideia, e faz uma investigação sobre esse ocasiões em que houve um trabalho inseparável do ministério da Palavra falada unido ao ministério da Palavra escrita – desde o período que antecedeu a Reforma Protestante, usando exemplos inclusive dos reformadores, do movimento adventista antes e depois de 1844 e do início do adventismo no Brasil.

Concílio_MSE_2Ministros

Projeto está sendo lançado em concílios ministeriais das sedes da Igreja na Bahia e em Sergipe.

Na prática, durante os concílios ministeriais, os pastores distritais estão recebendo dois cartões para recrutamento – um para o projeto Os Dois Ministros e outro para o projeto Sonhando Alto, dirigido a jovens que aspiram cursar uma faculdade. Durante os concílios que se seguirão ao longo do semestre, haverá treinamento das pessoas escolhidas pelos pastores. “Eles vão ser treinados para trabalhar em igrejas evangélicas, trabalhar com revistas e a atuar em empresas. Temos um bom material para isso, que está inclusive sendo solicitado por outras regiões do país”, disse o pastor Reginaldo Paulino, líder de Publicações da União Leste Brasileira, sede adventista para Bahia e Sergipe. Ele explicou que a meta do projeto é de um colportor recrutado para cada distrito pastoral desses dois estados nordestinos.

O pastor André Dantas, secretário da União Leste Brasileira, apresentou ilustração sobre como os pastores distritais podem realizar o recrutamento. “Eu tenho um distrito e uma missão: encontrar pessoas que possam somar comigo na pregação do evangelho”, salientou. Uma das motivações do pastor Dantas para o projeto está em sua própria história. Ele também foi um jovem de 18 anos que foi recrutado por um pastor distrital para a colportagem. “Ele foi comigo para o campo, me ajudou a dar ofertas, depois avaliou minhas próprias ofertas. Essa experiência foi determinante para minha escolha pelo ministério pastoral”, declarou. (Equipe ASN, Heron Santana)

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox