Notícias Adventistas

Passeatas do Quebrando o Silêncio mobilizam milhares de gaúchos do centro do estado

Maior parte das atividades ocorreram no último sábado (27).

14068144_1125241947559970_8075902092630830779_n

Final de semana foi marcado por passeatas, carreatas e distribuição massiva de materiais da campanha.

Centro, RS… [ASN] Os últimos dias foram marcados pela intensa mobilização em prol da Campanha Quebrando o Silêncio em todo o centro do estado do Rio Grande do Sul. No último sábado (27), milhares de fiéis estiveram envolvidos em passeatas e carreatas, a fim de conscientizar a população contra o uso do álcool, drogas e contra a violência de forma geral.

Na cidade de Canoas, por exemplo, uma passeata reuniu mais de 600 fiéis das igrejas da região central da cidade e do bairro Mathias Velho. Durante o percurso que iniciou na Praça do avião e terminou em frente a outra praça do centro da cidade, voluntários fizeram a distribuição massiva de revistas e folhetos da campanha.

Estiveram envolvidos nas atividades clubes de desbravadores, aventureiros, e unidades de ação da Escola Sabatina.

Estiveram envolvidos nas atividades clubes de desbravadores, aventureiros, e unidades de ação da Escola Sabatina.

Organizados em unidades de ação da Escola Sabatina, fiéis das igrejas do bairro Niterói, também em Canoas, organizaram outra passeata que abrangeu o quadrante sudeste da cidade. Atividade contou com o acompanhamento de um carro de som. Desbravadores e aventureiros carregaram balões e cartazes afim de chamar a atenção da população. Na mesma cidade, igrejas do Guajuviras e Boqueirão, também estiveram unidas em uma passeata, que abrangeu a região do Igara.

Em Cachoeirinha, as igrejas da área central da cidade e do bairro Fátima também realizaram uma passeata que contou com carro de som e milhares de revistas distribuídas. Trajeto de cerca de 3 km iniciou em frente à Escola Adventista e terminou no Parcão da Paz Ignácio Aloysio Herbert. A passeata do Quebrando o Silêncio, já virou um ícone da igreja adventista na cidade, e é aguardada anualmente pelos moradores.

Na Vila Santo Antônio em Novo Hamburgo, a distribuição de material ocorreu nas ruas, sinaleiras e comércios. Desbravadores e demais fiéis também carregavam faixas e cartazes que alertavam contra o álcool e violência. Fiéis da cidade de Montenegro também fizeram uma grande mobilização na cidade de Maratá, com a ajuda do clube Luz do Monte, distribuíram livros em diversos pontos da cidade.

Em Esteio, a passeata também contou com cartazes e participação da banda do clube de desbravadores. Atividade ocorreu no Bairro Primavera. Em Vila Jardim, capital, todas as igrejas do distrio estiveram envolvidas na passeata que partiu em frente à igreja do Jardim Itú Sabará. Classes de Escola Sabatina e clube de desbravadores também estiveram envolvidos.

No bairro Costa e Silva, zona norte de Porto Alegre, as atividades de conscientização chegaram acompanhadas de serviços sociais. Voluntários do Quebrando o Silêncio promoveram para uma comunidade carente uma feira de saúde e distribuição de agasalhos.

Na ocasião foram entregues folhetos informativos sobre o Quebrando o Silêncio e Revistas para crianças, adolescentes e adultos.

Na ocasião foram entregues folhetos informativos sobre o Quebrando o Silêncio e revistas para crianças, adolescentes e adultos.

Também em Porto Alegre, mas no bairro Porto Novo, a mobilização contou com a parceria do clube de desbravadores, aventureiros e banda do clube da igreja de Vila Santa Rosa. De forma paralela a passeata, também foi promovido uma feira de saúde para a comunidade, onde foram apresentados os 8 remédios da natureza.

Subindo um pouco mapa do estado e chegando até a serra gaúcha, voluntários do Quebrando o Silêncio foram até os funcionários de um grande frigorífico da cidade de Farroupilha, onde fizeram a distribuição de revistas e compartilharam informações da campanha. Segundo dados do assistente social da cidade, a maior parte dos casos de violência familiar na cidade ocorre com funcionários destas empresas, por isso, o direcionamento da atividade. Futuramente, ocorrerá palestras dentro do próprio ambiente de trabalho.

Ainda na serra gaúcha, turistas que visitavam o trem da Maria fumaça, em Carlos Barbosa, também foram abordados por voluntários do Quebrando o Silêncio e receberam a revista informativa da campanha.

Outras diversas ações ocorreram em todo o centro do estado. Ao todo, foram dezenas de cidades alcançadas e milhares de pessoas envolvidas. Além das atividades nas ruas, também houve uma série de programas desenvolvidos dentro das escolas de ensino público e privado, que buscaram atingir o público infantil e adolescente. [Equipe ASN, Andréia Silva]

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox