Notícias Adventistas

Calebes visitam cidade das cachoeiras

A cidade foi impactada pelo projeto Missão Calebe.

missão calebe

Jovens calebes finalizam missão com visita a uma cachoeira da cidade

Presidente Figueiredo, AM…[ASN] Presidente Figueiredo é um município do interior do estado do Amazonas, com cerca de 33 mil habitantes, segundo o IBGE. Por suas belezas naturais, cavernas e mais de cem cachoeiras, despontou para o turismo ecológico.

No mês passado a cidade foi bastante procurada. Com as férias e o tempo de cheia dos rios, as cachoeiras e quedas d’água se tornaram mais interessantes aos turistas, porém não foi para passeio que os jovens adventistas chegaram à cidade, e sim para evangelizar na missão calebe.

O líder da missão, pastor David Soares, organizou essa viagem desde o ano passado e disse que Presidente Figueiredo foi escolhida por ser uma cidade turística sem uma notável presença da religião adventista do sétimo dia. Ele é pastor em Manaus, acostumado com um grande número de adventistas em sua cidade, logo almeja essa mesma expressividade para a região metropolitana da capital amazonense. “Aqui em Presidente Figueiredo viemos com cem jovens e por ser uma cidade turística a maioria dos adventistas só vem por um tempo, assim como nós. Por isso precisamos evangelizar as pessoas que moram aqui.” contou.

Os jovens calebes estão divididos em toda a cidade. Francy Matos é uma voluntária do projeto e responsável por uma das equipes. “Nós fazemos um trabalho social aqui. Cada equipe ficou encarregada de auxiliar um bairro. Nós doamos brinquedos, roupas, alimentos, material de higiene, limpamos terrenos, construímos casas quando há necessidade e pintamos fachadas. Além disso tem o trabalho de visitação, onde convidamos as pessoas para assistirem ao evangelismo que é feito todas as noites.” pontuou.

Os calebes voltaram para suas casas neste mês de agosto, ao finalizar as férias, deixando um legado de amor e prática em Presidente Figueiredo. Outras cidades também foram assistidas entre os estados do Amazonas e de Roraima, ao todo cinco mil participantes. Embora alguns jovens tenham finalizado o trabalho na missão calebe, outros continuaram o serviço no projeto “Um ano em missão” nesses mesmos estados. [Equipe ASN, Giovanna Bonilha]

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox