Notícias Adventistas

Juventude carioca espalha amor e solidariedade pelo Rio

Jovens fazem oração, encenação da paixão de Cristo, cantam, distribuem alimentos e pregam do amor de Deus na Cidade Maravilhosa.

Rio de Janeiro, RJ [ASN] No Dia Mundial do Jovem Adventista a juventude carioca realizou diversas ações pela cidade, espalhando amor e solidariedade pelas ruas.

Foram 20 voluntários distribuindo alimentos a moradores de rua na manhã do GYD.

A chuva que caiu durante a madrugada de sábado chegou a preocupar alguns, mas o dia 18 que começou nublado, mostrou o brilho do sol na região Oeste do Rio. E para os mais de 40 moradores de rua que dormem nas imediações da Igreja Adventista do Sétimo Dia de Campo Grande o dia começou com um delicioso café da manhã. Cerca de 20 pessoas organizadas pelos Departamentos de: Escola Sabatina, Assistência Social Adventista (ASA) e Ministério Pessoal serviram o desjejum bem cedo, antes do culto, aos moradores. “Não é suficiente pregar apenas dentro da igreja se lá fora pessoas morrem por fome física e espiritual. No Dia Mundial do Jovem Adventista, mantivemos nosso compromisso com os moradores”, relata Marcelo Sampaio, um dos organizadores da ação.

Milena de apenas 9 anos distribuiu livros e sorrisos no Calçadão.

A juventude seguiu a rotina de cada sábado: orando, cantando e ouvindo a palavra de Deus. Mas por volta das 10h30 eles saíram para as ruas, deixaram as quatro paredes para fazer o bem ao próximo. Para a pequena Milena de 9 anos, que acompanhou os jovens do grupo #FaceJovem ao Calçadão de Campo Grande, foi um dia diferente. “Eu gosto de distribuir livros e poder falar de Jesus para as pessoas, isso é muito legal”.

Natalício Santos Costa faz parte da Igreja Adventista do Sétimo Dia de Campo Grande e participou da ação junto aos jovens no Calçadão. “Os jovens têm uma energia especial e quando a gente se envolve com esta juventude, a gente absorve este potencial. Eu sinto a necessidade de estar com eles, porque nos transmitem o grande amor de Jesus”, descreve.

Entre músicas, encenações e orações, Cristiane do Carmo foi surpreendida por uma jovem: ‘Posso orar com você?’. Cristiane fez seu pedido e ali mesmo recebeu a oração. Ao final da oração ela agradeceu e afirmou que “a ação é fantástica, todas as igrejas deveriam investir muito nos jovens, pois eles são o futuro da igreja e da sociedade”.

Raiane (blusa vermelha) perguntava: – Quer descansar? O sofá montado no meio do Calçadão atendeu diversas pessoas na manhã do dia 18.

No meio do Calçadão os jovens montaram um sofá de dois lugares e a jovem Raiane Borges, que é universitária do curso de Química conversava com as pessoas e explicava o motivo de estarem ali. “Estamos aqui para levar o amor de Jesus a estas pessoas, a gente tem que sair das quatro paredes e pregar o amor de Jesus. Meu dia foi especial e tenho certeza de que ajudamos muitas pessoas hoje nesta ação”, finaliza.

Vidas por Vidas

Dezenas de jovens doaram sangue durante a semana e no dia 18 no Centro do Rio.

A movimentação dos jovens cariocas começou na semana do GYD e dezenas de jovens saíram para doar sangue no Hemorio, localizado no Centro do Rio. Lá estava presente o pastor Ivay Araújo, líder para os jovens da União Sudeste Brasileira, que compreende os estados do Rio, Minas e Espírito Santo. “Entendemos que podemos fazer muito pelo nosso semelhante, e juntos podemos doar o que temos de melhor hoje: nosso sangue”, disse Araújo.

As doações de sangue e medula não acontecem com a frequência desejada, destaca Simone Fonseca, que é chefe de enfermagem no Hemorio. “Ter estes jovens participando do projeto Vidas por Vidas é muito importante, pois contribui para uma cultura de bons hábitos com qualidade e quantidade através da doação de sangue”, relata Simone.

Edmarcos V. Cardoso de Souza já tem na doação um hábito constante e participou da ação. “São minutinhos que a gente gasta, mas que podem salvar uma vida”. A jovem mineira Sulamita Galvão é enfermeira e voluntária no projeto Um Ano em Missão no Rio de Janeiro durante este ano. Para ela é fundamental participar da doação de sangue, “como colaboradora da área de saúde, sei da importância da doação e hoje eu vim aqui fazer a minha parte”, descreve.

Assista a ação deste sábado clicando aqui.
[Equipe ASN, Fabiana Lopes]

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox