Notícias Adventistas

Defesa Civil Nacional condecora diretor regional da ADRA

Paulo de Tarso Costa recebeu medalha em reconhecimento ao trabalho realizado pela agência no Rio Grande do Sul

Por Jéssica Fontella, da ADRA Brasil

Ao fundo, unidade móvel da ADRA durante resposta à emergência no Rio Grande do Sul

A Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA Brasil) recebeu, na pessoa do seu diretor regional do Rio Grande do Sul, Paulo de Tarso Costa, a Medalha da Defesa Civil Nacional. Ela foi conferida no dia 22 de novembro, em Brasília, em reconhecimento ao trabalho e seriedade realizada durante respostas à emergência no Estado.

Costa exibe diploma recebido na ocasião

Criado em 6 de maio de 2002, o evento de condecoração é promovido anualmente pelo Governo Federal e Ministério da Integração.  Ele destina-se a distinguir e homenagear, a cada ano, até 50 personalidades civis e militares, nacionais ou estrangeiras, e instituições que tenham prestado relevantes serviços ao País e à comunidade nacional em assuntos de defesa civil.

“Ao longo de décadas, [a ADRA] tem contribuído para minimizar o sofrimento, reduzir e prevenir perdas humanas em catástrofes naturais ou provocadas, como, por exemplo, em Mariana, em Minas Gerais”, explica Costa. “Por outro lado, é importante ressaltar o trabalho que vem sendo feito de prevenção e resposta a desastres. Isso é uma pequena parte do que a ADRA faz, graças ao apoio de parcerias e dos valorosos voluntários que sempre estão prontos a dedicar parte do tempo e recursos para ajudar ao próximo.”

Um dos diferenciais que a agência adventista tem utilizado nas últimas respostas à emergência é uma unidade móvel. Nela, as famílias afetadas tem a oportunidade de ter suas roupas lavadas e secas por máquinas industriais, apoio psicológico e emocional, receber café da manhã, almoço e jantar preparado por voluntários.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox