Notícias Adventistas

Atividades para crianças aproximam Igreja da população

Em pleno feriado, voluntários aproveitaram a manhã para interagir com os moradores

Atividades-para-criancas-aproximam-Igreja-da-comunidade4

Diversas atividades integraram circuito destinado às crianças (Foto: Anne Seixas)

Rio de Janeiro, RJ… [ASN] Com um feriado no calendário do Rio de Janeiro, muitas famílias aproveitaram a quinta-feira de folga do trabalho para visitar a Quinta da Boa Vista, um parque localizado na zona norte da cidade. E foi lá que os voluntários do projeto Circuito de Campeões escolheram como cenário para interagir com a comunidade.

Leia também:

A ideia foi oferecer um circuito de atividades para as crianças. Por isso, o programa ficou conhecido como Olimpíadas Kids. Para que o programa fosse possível, o maior apoio veio do Clube de Aventureiros, iniciativa da Igreja Adventista do Sétimo Dia que reúne participantes com idades entre seis e dez anos.

Atividades-para-criancas-aproximam-Igreja-da-comunidade3

Evento também buscou despertar o interesse da população para as atividades do clube de Aventureiros (Foto: Anne Seixas)

“A Igreja é uma comunidade. Nós temos que interagir e mostrar para as crianças que não participam do clube que nós fazemos práticas esportivas e queremos brincar como crianças. Outro ponto é que queremos incentivá-las a brincar mais ao ar livre, já que hoje a tendência são os jogos eletrônicos”, explica Cristiano Silva, auxiliar administrativo que nas horas vagas atua voluntariamente como um dos coordenadores regionais de Aventureiros.

A atividade, segundo Silva, também foi uma forma de estimular os pais a passarem mais tempo com os filhos em meio à natureza. Michel Souza tem oito anos anos e explica que o dia foi proveitoso, principalmente pela oportunidade de mostrar um pouco do que fazem aqueles que integram o clube.

Veja como foi:

Um outro grupo de voluntários do Circuito de Campeões destinou parte do dia para oferecer uma Feira de Saúde para os moradores que vivem próximo ao Colégio Adventista Campo Grande. Lá foram apresentados os oito remédios da natureza e sua relevância para o corpo e mente.

Atividades-para-criancas-aproximam-Igreja-da-comunidade

O biólogo Marcelo Szpilman explica o funcionamento do aquário para o primeiro grupo a visitar o local (Foto: Anne Seixas)

A manhã também foi de aprendizado para aqueles que visitaram o AquaRio, que ainda não está aberto ao público, mas por sua estrutura já é considerado o maior aquário da América do Sul. A proposta do empreendimento está centrada em três frentes: educação, pesquisa e conservação.

Ao todo, serão oito mil animais de 350 espécies que viverão em 20 recintos diferentes. Em um evento exclusivo, membros de clubes de Desbravadores do Rio de Janeiro e parte dos inscritos no Circuito foram os primeiros a assistir a uma apresentação do que o local oferecerá.

“Essas crianças podem, nesse ambiente, ter a possibilidade de ser capturadas para a ciência. Nesse momento, ela imaginar e ver que ela realmente quer trabalhar como bióloga, como mergulhadora nesse ambiente marinho”, destaca o biólogo Marcelo Szpilman, diretor presidente do AquaRio. [Equipe ASN, Jefferson Paradello, com informações de Louise Maiana]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox