Notícias Adventistas

Após chuvas, adventistas auxiliam na limpeza de cidades atingidas no RS

Moradores que aguardam em abrigos o retorno para casa também recebem auxílio de voluntários.

No bairro Niterói, Canoas, adventistas carregam produtos e ferramentas de limpeza para retirar lodo das ruas e casas da cidade.

Porto Alegre, RS… [ASN] Desde sexta-feira (9), depois que a chuva foi embora na maior parte do Rio Grande do Sul e os rios começaram a baixar, os afetados pelas enchentes passaram a se preparar para deixar os abrigos e voltar para casa. Agora, é o momento de limpar as ruas e residências e retomar a vida normal. Mas, eles não enfrentam essa jornada sozinhos. Adventistas de regiões próximas estão prestando auxílio.

  • Leia também:

Agência humanitária adventista prossegue com apoio a atingidos pelas enchentes no RS

Adventistas agem para ajudar famílias atingidas por enchente em Santa Catarina

Ângela Oliveira, de Vila Farrapos, ficou surpresa ao receber um grupo de cerca de 20 voluntários em sua casa. Eles limparam o chão, paredes e móveis até não restar vestígios da enchente. “Não imaginei que eu tivesse uma família tão grande”, contou emocionada.

O grupo era ainda maior, e estava dividido para atender outras residências. Desbravadores e aventureiros também estavam envolvidos na ação. “O rio baixou alguns dias atrás e voltou a encher novamente, por isso, procuramos auxiliar estas famílias de acordo com suas necessidades, mas de forma contínua”, afirma pastor local, Uilialdo Barreto.

Em Lajeado, Ministério dos Homens busca minimizar sofrimento das famílias atingidas através da entrega de marmitas de sopa quente.

Em Lajeado, a cheia do Rio Taquari também deixou centenas de desalojados que foram direcionados pela Defesa Civil para o Ginásio do Parque do Imigrante. O auxílio chegou em forma de sopão, para aquecer os moradores nas noites frias de inverno. A iniciativa surgiu através do Ministério dos Homens e tem envolvido demais fiéis da região.

“Temos como propósito promover ações relevantes para mostrar Cristo à nossa comunidade. Temos empresários, estudantes e amigos da igreja, todos unidos neste mesmo propósito”, conta o pastor local, Natalino Silveira. Segundo ele, a sopa é preparada com alimentos doados pelos próprios voluntários, e, nenhum deles se esquiva na hora de encarar o fogão, descascar batatas, cebolas, ou se envolver nas demais tarefas da cozinha.

Para o prefeito de Lajeado, Marcelo Caumo, ações como esta demonstram toda força e solidariedade do povo Lajeadense. “Ficamos muito felizes e sensibilizados com o apoio prestado pela comunidade da Igreja Adventista do Sétimo Dia de Lajeado. A ajuda desse grupo foi fundamental para conseguirmos dar suporte às famílias atingidas pela cheia. A disponibilidade de doar o tempo pessoal, o comprometimento de preparar e entregar os alimentos, e o cuidado e carinho com quem mais precisa são atitudes nobres. É nessas ocasiões difíceis que podemos ver que ainda há muita gente boa e com quem podemos contar. Nosso muito obrigado a todos que contribuíram”, declara.

Conforme o balanço da Defesa Civil  do último domingo (11), 11.935 pessoas seguem fora de casa em razão da chuva — 9.588 desalojadas (em casa de amigos ou parentes) e 2.347 desabrigadas (em abrigos públicos) —, e até o momento, 95 prefeitos decretaram situação de emergência no RS. [Equipe ASN, Andréia Silva/ Fotos: Divulgação igrejas]

Veja um vídeo enviado pela IASD Vila Farrapos:

Veja as fotos:

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox