Notícias Adventistas

Professores de escola adventista transportam caixão durante passeata

A campanha desse ano tem como objetivo combater o consumo de drogas lícitas, como o álcool.

Alunos desfilaram pelas ruas do centro da cidade.

Alunos desfilaram pelas ruas do centro da cidade.

Santo Ângelo, RS… [ASN] O envolvimento com o projeto Quebrando o Silêncio já está, desde o início da semana, envolvendo alunos e professores das escolas adventistas do noroeste gaúcho. Um exemplo disso foi a passeata realizada na última terça feira em Santo Ângelo. Munidos de cartazes, faixas e até um caixão, os alunos da escola adventista da cidade alertaram a população sobre os riscos do consumo de entorpecentes e drogas lícitas.

Leia também:

Durante a passeata um detalhe curioso chamou atenção dos transeuntes. Quatro professores transportaram um caixão mortuário logo à frente dos outros participantes. De acordo com Marta Scalcon de Lima, diretora da Escola Adventista de Santo Ângelo, a ideia era fazer uma comparação com a dor das pessoas que sofrem violência doméstica. “O caixão foi transportado junto com a passeata afim de mostrar para as pessoas que elas não precisam levar para a sepultura a dor que sentem ao serem humilhadas, maltratadas ou violentadas”, explica.

Projeto

O Quebrando o Silêncio é um projeto mantido pela Igreja Adventista do Sétimo Dia (IASD) na América do Sul. Todos os anos são realizadas passeatas de tem como objetivo principal combater a violência doméstica e a exploração sexual de crianças e adolescentes. Neste ano o projeto tem abordado os perigos que envolvem o consumo de bebidas alcoólicas e as chamadas drogas lícitas (produtos que podem causar dependência, mas que não tem o consumo proibido pela legislação brasileira). [Equipe ASN, Douglas Pessoa]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox