Notícias Adventistas

Encontro reúne músicos do Distrito Federal

Novo Tom se apresentou novamente em Brasília após dez anos. [Foto: Alynne Grellmann]

Novo Tom se apresentou novamente em Brasília após dez anos. [Foto: Alynne Grellmann]

Taguatinga, DF… [ASN] No último fim de semana, de 23 a 25 de setembro, notas, harmonias, arranjos e melodia tomaram conta da Igreja Adventista do Sétimo Dia Central de Taguatinga. O Encontro de Músicos 2016 “Louvor & Adoração” contou com a participação do grupo Novo Tom e teve como palestrantes o maestro Lineu Soares, a professora de música Regina Mota e os cantores Pedro Valença e Marcel Freire.

Durante as palestras, os participantes puderam compartilhar experiências, cada um conforme sua realidade. Os palestrantes contaram como trabalham com corais, grupos e ministério de louvor no Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp), campus Engenheiro Coelho. Celeiro de diversos cantores, a instituição de ensino é uma referência quando o assunto é música cristã. Segundo Lineu Soares, o objetivo do encontro é fazer com que os músicos não se sintam acomodados, apesar das dificuldades encontradas na igreja local. “No Unasp estamos buscando novas linguagens, questionando quais caminhos trilhar dentro da estrutura que temos. O músico de igreja tem que buscar isso também. Sou de uma geração bem anterior a esta. Quando comecei , não havia nada disto acontecendo na Igreja, mas aprendi com pessoas que trabalharam na minha mente de que deveríamos perseguir ideias, mas também não dar um salto maior que a perna”, incentiva.

Além de aprender mais, Diógenes [de laranja] pode cantar com o grupo. [ Foto: Júnior Medeiros ]

Além de aprender mais, Diógenes [de laranja] pode cantar com o grupo. [ Foto: Júnior Medeiros ]

Diógenes Vilas Boas trabalha no Corpo de Bombeiros e divide seu tempo como regente do Coral Jovem de Ceilândia que existe há mais de seis anos. Envolvido com música desde criança, Vilas Boas canta, toca e compõe. Autodidata, aprendeu a ler partituras, tocar violão e flauta transversal sozinho, seu desejo é se profissionalizar na área cursando a faculdade de Música.  O regente já participou de diversos encontros como o de Taguatinga, porém admite sempre aprende algo novo. “Sempre agrega algum conhecimento. Algumas coisas são repetições, mas é bom que relembramos”, diz.

A diversidade de estilos musicais dentro da Igreja também foi debatida. O assunto que, para alguns, pode ser polêmico, foi abordado pelos convidados. E o melhor caminho encontrado para solucionar a questão foi a comunhão com Deus.  “Você tem princípios que norteiam a vida de um ministro musical, mas sobre as ferramentas que você vai usar especificamente… não há revelação sobre isto (na Bíblia). Deus é um Deus de diversidade. Olha quantas cores temos na natureza. Por que na música seria diferente? Bom senso é algo perigoso, se eu confio em mim mesmo, o coração é enganoso. Temos que ter uma vida espiritual para encontrar de Deus as respostas”, pondera Soares.  [Equipe ASN, Pâmela Meireles]

Para quem quiser conferir os musicais na íntegra, a Igreja Central de Taguatinga disponibilizou o conteúdo no YouTube.

 

 

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox