Notícias Adventistas

Workshop reúne voluntários e destaca objetivo da Missão Calebe 2017

Para o jovem que doa suas férias esse é o momento de exercitar na prática sua fé e ter a oportunidade de fazer algo diferente por sua comunidade.

Campo Grande, MS … [ASN] Com foco em dar aos líderes direcionamento sobre o apelo da campanha Missão Calebe em 2017, um workshop durante o último final de semana reuniu aproximadamente 300 voluntários entre líderes e liderados, na igreja adventista do Bairro Amambaí, região central da capital. Segundo conta o líder da Missão Calebe para o Mato Grosso do Sul, pastor Rafael Candelório, o bate papo que aconteceu na manhã do último domingo (25) foi bastante produtivo. “Contamos com a presença dos calebes de todo o estado e conversamos com eles durante uma manhã de interação, onde destacamos as prioridades do trabalho que eles irão desenvolver no curto prazo que eles têm, buscando otimizar o tempo e os recursos para deixar uma boa marca nesse período de atuação, tanto no relacionamento interno da equipe quanto na relevância do trabalho na comunidade em que estarão inseridos”, destaca.

Aproximadamente 300 líderes estiveram reunidos durante o workshop do último final de semana.

Para Deivid Souza, líder da equipe de calebes da igreja adventista do bairro Caiobá II, há grande importância em reunir a equipe de voluntários para um período de treinamento que, para ele, é quando o objetivo de tudo o que será feito é enfatizado. “Esse é o meu segundo ano como líder da Missão Calebe nessa região e no último ano vivemos uma grande movimentação em nosso bairro por conta da construção da primeira igreja adventista da região e também em prol do evangelismo dessa área que tem grande carência desse tipo de trabalho”, comenta.

De acordo com Deivid, é durante esse tipo de programa que a grande massa de voluntários recebe tópicos importantes do trabalho missionário. “Os jovens que se dispõem a participar desse grande momento entendem aqui, durante o workshop, qual é o grande objetivo do programa. Creio que a experiência da nossa liderança aqui compartilhada nos faz entender de maneira mais prática a grandiosidade do que estamos envolvidos, pois para o jovem que doa suas férias esse é o momento de exercitar na prática sua fé e ter a oportunidade de fazer algo diferente por sua comunidade. Isso tudo serve como um grande incentivo para quem faz parte desse trabalho missionário com foco tão específico”, conclui Souza. [Equipe ASN, Rebeca Silvetrin]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox