Notícias Adventistas

Voluntários do projeto Um Ano em Missão atuarão em Ilhéus

A equipe com 8 jovens estará envolvida em diversas atividades missionárias até o mês de dezembro

8 jovens serão missionários do projeto “1 Ano Em Missão” na cidade de Ilhéus

Ilhéus, BA… [ASN] Passar 9 meses longe de casa para ser missionário. Isso pode significar pausar os estudos ou até mesmo sair do trabalho, certo? Sim, mas esses 8 jovens da foto ao lado preferem pensar que o maior significado dessa decisão é a oportunidade de levar a mensagem de salvação para outras pessoas. Isso tem sido possível através do Um Ano em Missão – OYiM, projeto oficial de voluntariado da Igreja Adventista do Sétimo Dia, que tem o objetivo de incentivar e dar apoio a jovens adventistas a dedicarem meses de serviço integral no cumprimento da missão da pregação do evangelho.

Equipe sendo apresentada pelo presidente da Igreja Adventista no sul da Bahia, pastor Eber Liessi

Segundo Kaline Ribeiro, a líder do projeto no sul da Bahia, a equipe atuará em Ilhéus, tanto na Escola Adventista de Ilhéus, igrejas, quanto na comunidade local, através do apoio em diversas atividades como aula de corte e costura, alfabetização de adultos, curso de idiomas e música, reforço escolar, classes bíblias, etc. “O nosso objetivo é fazer com que os pais de alunos, alunos e a comunidade onde a escola está inserida conheçam Jesus através do nosso testemunho, nossos cultos, para que sejam atraídos e permaneçam com Ele”, disse Kaline.

 

A equipe que atuará na cidade de Ilhéus é formada por jovens vindos de diferentes lugares. Conheça um pouco de cada um deles:

Edicleyde da Silva (20) / Arataca-BA

Edicleyde da Silva (20) vem da cidade de Arataca, é batizada na Igreja Adventista do Sétimo Dia há pouco mais de um ano, mas já sente a responsabilidade em fazer a sua parte como cristã. “Eu não queria ficar acomodada, porque sinto que somos chamados para servir e buscar outras pessoas para Cristo. O evangelho é isso, estar ali e ser útil para as pessoas na comunidade. O máximo de pessoas que eu puder falar de Jesus, falarei”, contou.

 

Naiane Souza (22) / Ilhéus-BA

Naiane Souza (22) é a única da cidade de Ilhéus. Assim como Edicleyde, é batizada há pouco mais de um ano. “Minha motivação em fazer o trabalho missionário é o meu amor pelas pessoas e amor e gratidão a Deus por tudo o que Ele já fez por mim. Eu vim de outra denominação e, após me apresentarem os conteúdos bíblicos de forma mais profunda, me tornei adventista. Minha expectativa é conseguir alcançar muitas vidas para levar essas pessoas para o amor de Deus”, contou.

 

Roberio Moreira (20) / Eunápolis-BA

Roberio Moreira (20) é da cidade de Eunápolis. Batizado há 3 anos, já tem o desejo de cursar Teologia. “A minha vontade de pregar a palavra de Deus me deu coragem para sair de Eunápolis para fazer isso. Mesmo se não fosse um lugar perto, eu iria. Quero mostrar que eu vim cumprir a missão, mostrar para a sociedade que Cristo é a salvação”, contou.

 

 

 

Guilherme Costa (18) / Teixeira de Freitas-BA

Guilherme Costa (18) veio da cidade de Teixeira de Freitas. “Minha vontade é levar o maior número de pessoas a entender o plano da salvação e a viver esse plano. No dia a dia quero crescer espiritualmente, levar outras pessoas a conhecer Jesus e fazer amizades. Creio que essa experiência também vai me preparar para o meu futuro, já que pretendo cursar Teologia”, disse.

 

 

Giovane Maia (23) é da cidade de Cascavel (Paraná). Sua noiva,

Giovane Maia (23) / Cascavel-PR

que mora em Itabuna, sul da Bahia, foi quem apresentou o projeto para ele. Com experiência na colportagem e no trabalho missionário, quando deu apoio a obreiros em evangelismos, Giovane tem grandes expectativas para esse período. “Minha expectativa é viver uma experiência profunda com Deus, ser moldado por Ele, me preparar mais para as coisas que virão (cursar Teologia). Quero também aperfeiçoar a forma de dar os estudos bíblicos e a interação com as pessoas”, descreveu.

 

 

Na equipe, duas pessoas vieram realmente de muito longe. Camilo Zuleta e Loreto Munõz, que são do Chile, estão a mais de 4 mil km de casa.

Camilo Zuleta (27) / La Serena-Chile

Camilo Zuleta (27), veio da cidade de La Serena (Chile). Contou que sempre esteve envolvido em atividades missionárias em seu país. Começou com a colportagem aos 15 anos de idade e é atuante no Ministério Jovem. Para ser um missionário este ano, decidiu deixar seu emprego em uma Escola Municipal no Chile e conta que não se arrepende da decisão. “Sempre tive vontade de ser missionário em outros lugares e agora tive essa oportunidade. Minha expectativa é crescer em comunhão com Cristo e aprender como abordar melhor as pessoas para passar a mensagem”.

 

Loreto Muñoz (20) / Quilpué-Chile

A jovem Loreto Muñoz (20) da cidade de Quilpué (Chile), também tem experiência no serviço voluntário. Ativa na Cruz Vermelha e ADRA – Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais – em seu país, vê na missão no Brasil uma oportunidade de abrir mais a mente. Estudante de Terapia Ocupacional, irá ajudar os auxiliares da Escola Adventista de Ilhéus com adaptações pedagógicas para os alunos especiais. [Equipe ASN, Evellin Fagundes]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox