Notícias Adventistas

Voluntários montam horta para idosos com filha especial

Ação fez parte da Expedição Calebe a Cavalo, que percorreu 50 quilômetros na região rural de Guarantã do Norte

Calebe Expedição

Trajeto é feito pelos jovens a cavalo (Foto: Diosney Teixeira)

Guarantã do Norte, MT… [ASN] “Deixa comigo! Eu resolvo esse problema para você!” foi a frase que o casal de idosos Geneci Petter Mees e Luiz Mees ouviu de jovens de Tocantins e Brasília que se juntaram a outros do Mato Grosso e percorreram um trajeto de mais de 50 quilômetros na região rural para darem estudos bíblicos e desenvolverem serviços sociais. Eles fazem parte do projeto Missão Cabele e integram a Expedição Calebe a Cavalo – Missão Dois de Ouro –, realizada nos primeiros dias do mês de julho na cidade de Guarantã do Norte (710 quilômetros ao Norte de Cuiabá).

Leia também:

Horta

Com a nova horta, erguida em menos de um dia, família poderá garantir alimentação diferenciada para a filha (Foto: Divulgação)

Dona Geneci e o senhor Luiz moram em uma chácara há 40 quilômetros de Guarantã do Norte e têm uma filha especial. A Sirlene, ou Tatá – como é carinhosamente chamada –, possui dificuldades físicas e psicomotoras. Seu organismo não consegue digerir alimentos sólidos e industrializados. As refeições, portanto, consistem basicamente em sucos feitos a partir de verduras e legumes. “Nós morávamos e tínhamos uma horta na beira do rio. O problema é que ficávamos isolados quando chovia. Por isso, mudamos há um ano para um local mais seguro dentro da nossa chácara mesmo. Mas não conseguimos transferir a horta da qual a Tatá tanto depende”, conta dona Geneci.

Geneci

Dona Geneci cuida da horta que acaba de ser montada pelos voluntários (Foto: Diosney Teixeira)

Em menos de 24 horas, os jovens voluntários da Missão Calebe se mobilizaram e construíram uma nova horta com estufa para a família Mees. Um pedido simples, mas que exigia dedicação incondicional e trabalho braçal. “Não temos como expressar a importância da horta para nós. Enquanto eu tomava meu chimarrão um dia depois, cedinho, fiquei admirando a estrutura que os Calebes construíram”, diz a esposa, radiante com o resultado da ação.

As lágrimas de felicidade que caíam se confundiam com a água do regador que umedecia a terra adubada e pronta para receber as sementes de rabanete, couve, cenoura, beterraba que ela tanto sonhava plantar.

Missão Dois de Ouro

A história do nome da Expedição Calebe a Cavalo – Missão Dois de Ouro – está intimamente relacionada à vida de um dos responsáveis pela presença da Igreja Adventista na região rural de Guarantã do Norte.

Apaixonado por cavalos, Gerson Cândido do Carmo costumava participar de provas de laço. Alguns dias antes de um evento, seu cavalo favorito, o Dois de Ouro, foi diagnosticado com anemia e não pôde participar da competição. Algum tempo depois, o animal morreu.

A concretização da nova missão de vida foi a construção de um templo da Igreja Adventista em sua propriedade, que hoje recebe o nome de Estância Dois de Ouro. [Foto: Elisandra Boiko]

Templo da Igreja Adventista construído na Estância Dois de Ouro, em Guarantã do Norte [Foto: Elisandra Boiko]

“Foi muito triste! Mas toda esta situação me fez refletir sobre a minha vida. Perdi completamente a vontade de participar das provas de laço”, explica Carmo. As pessoas o abordavam, então, dizendo que os eventos nunca mais seriam o mesmo sem sua participação e que ele precisava voltar. “Foi então que percebi a influência que tinha sobre aquele grupo de pessoas, com as quais estava unido pela afinidade e a paixão por cavalos. Decidi transformar essa oportunidade em uma ferramenta de evangelismo.”

As atividades corriqueiras da sua chácara agora andam ao lado da sua nova paixão: falar do amor de Deus. A concretização da nova missão de vida foi a construção de um templo da Igreja Adventista em sua propriedade, que hoje recebe o nome de Estância Dois de Ouro. “Hoje, uso meu talento e habilidade de conversar com as pessoas desta comunidade rural para servi-las e falar do quanto Jesus as ama”, destaca. Desde 2009, este trabalho é reconhecido oficialmente pela sede administrativa da Igreja Adventista do Sétimo Dia para todo o Estado de Mato Grosso. [Equipe ASN, Dayane Nascimento]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox