Notícias Adventistas

Morador de rua tem vida transformada através do projeto Missão Calebe

Projeto estimula jovens a se envolverem com a missão na prática.

Mais de 2.800 jovens estão envolvidos com o projeto.

Ao lado de Antônio, a jovem Wendy representa o grupo que ajudou ele a se recuperar dos vícios.

Manaus, AM… [ASN] Após perder a mãe, o pintor Antônio Hornorato passou a consumir bebidas alcoólicas e fumar. Para aliviar a tristeza, ele foi se afundando cada vez mais nos vícios e também começou a usar drogas ilícitas. Depois de perder o emprego, ele foi morar nas ruas. “Quando chegava a noite, eu tinha muito medo, mas não tinha outra alternativa”, comenta o pintor. Em uma dessas ocasiões, Antônio conheceu um grupo de jovens adventistas do projeto Missão Calebe.

Testemunhos inspiraram os jovens durante a consagração.

A situação de Antônio, que estava nas ruas há dois anos, despertou nos jovens o desejo de ajudá-lo a mudar de vida. Com amor e paciência, eles o abraçaram e lhe ajudaram a se restabelecer novamente na sociedade. Hoje, Antônio trabalha como padeiro, uma oportunidade que também conseguiu através do projeto e tem o coração grato porque os jovens não desistiram dele. Ele também vai participar da Missão Calebe este ano. “Quero me envolver ao máximo e ajudar como fui ajudado”, expressa com felicidade.

Essa foi uma das histórias que cerca de 500 jovens ouviram no último sábado (01), durante o programa de consagração da Missão Calebe na região norte e centro-oeste do Amazonas. Foram 3 consagrações simultâneas, reunindo os calebes por regiões. Este este mês, mais de 2.800 jovens se envolvem em projetos comunitários e também estudam a Bíblia com pessoas interessadas.

Durante a consagração, o público também conheceu histórias de pessoas que já passaram pela Missão Calebe e as experiências que tiveram com Deus durante o projeto. Para o líder de jovens da região, pastor Anderson Carneiro, a consagração ajuda o jovem a se preparar espiritualmente para o trabalho e entender a importância da missão. Nos últimos quatros anos, mais de 2 mil pessoas conheceram a Jesus através do projeto. [Equipe ASN, Priscila Baracho]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox