Notícias Adventistas

Voluntários no Missão Calebe chamam a atenção de moradores na Bahia

Feira de Santana, BA …[ASN] Cerca de mil e quinhentos jovens inspirados pelo desejo de fazer a diferença na vida do seu semelhante, participaram do Missão Calebe em janeiro deste ano na região central da Bahia. Entre as mais de cem equipes espalhadas na região, muitas histórias lindas de vidas transformadas.

A cidade de Santo Antônio de Jesus, que fica a duzentos quilômetros da capital baiana Salvador, recebeu uma equipe de Calebes com dez jovens. Parece pouco, mas o que dez jovens comprometidos com a mensagem de esperança podem fazer em vinte um dias numa cidade com pouco mais de cem mil habitantes?

Ao chegarem na cidade, orientados pelo líder da equipe Rufino de Oliveira, os Calebes fizeram uma pesquisa de opinião pública para identificar os problemas da comunidade no bairro escolhido. E perceberam que ali faltava saneamento básico, haviam jovens envolvidos com drogas, pessoas morando em situação crítica e se alimentando mal. Então, buscaram ajudar a comunidade nessas áreas identificadas.

Em parceria com a Igreja Adventista local começaram com a limpeza da praça do bairro. Ao terminarem a limpeza fizeram um grande círculo na praça, cantaram e oraram ali. Com isso, chamaram a atenção das pessoas, a noite o local do evento ficou lotado de pessoas curiosas para saber quem eram aqueles jovens.

Durante o período que passaram no bairro, os Calebes arrecadaram alimentos para distribuir à pessoas necessitadas. Fizeram sopão para cerca de cento e cinquenta pessoas semanalmente, pintaram casas, promoveram uma Feira de Saúde com o apoio da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, trazendo profissionais de psicologia e enfermagem. Conseguiram estudar a Bíblia com quarenta e sete pessoas.

Para Rufino a história que mais os emocionou nesses vinte um dias, foi a de Ataíde de 59 anos. Que por morar sozinho e ser aposentado, não teve condições de terminar a construção da casa onde morava. O banheiro não tinha paredes e a situação em que se encontrava era comovente. Juntos, os Calebes conseguiram materiais de construção doados e colocaram a mão na massa. Em pouco tempo a casa foi reformada.

Ao final do período, onze pessoas foram batizadas através da atividade voluntária direta dos Calebes nesse bairro.

Confira algumas fotos. [Equipe ASN, Roberto Alves]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox