Notícias Adventistas

Em Ijuí, palestrante americano discorre a pastores sobre desenvolvimento do discipulado

Encontro discutiu formas de ajudar líderes, além de beneficiar revitalização e plantio de igrejas.

“Se as pessoas cultivarem o amor em pequenos grupos, elas poderão, facilmente, ser amorosas no ambiente das igrejas também”, declarou Dan Vis (à esq), fundador do ministério Fast Missions.

Ijuí, RS… [ASN] Nesta segunda-feira (31), na sede da Igreja Adventista para o noroeste gaúcho, ocorreu um treinamento para pastores de igrejas sobre tópicos teóricos e práticos de discipulado. O palestrante é o pastor Dan Vis, fundador e diretor do chamado Fast Missions, um ministério que se concentra a ajudar cristãos a aprenderem mais sobre a Bíblia, praticarem seus ensinamentos e a transmitirem o que vivem a outras pessoas de forma consistente. O tradutor das palestras foi o pastor Eliseu Ogliari, responsável por igrejas do município de Uruguaiana.

Leia mais:

Convenção no Rio Grande do Sul discute como estabelecer igrejas com raízes profundas

Programa orienta líderes no uso dos dons e formação de discípulos

A base da abordagem de Vis é transformar as igrejas em centros de treinamento para cada que pessoa colabore com a expansão da mensagem cristã em cidades e regiões ao redor de onde estiver – assim como ocorria nos templos bíblicos por meio do apóstolo Paulo e outros discipuladores. Conforme a perspectiva do pastor, além de não estarem mais crescendo, os templos cristãos dos Estados Unidos seguem perdendo fiéis por conta de falhas neste aspecto. “Pouquíssimas igrejas seguem crescendo lá, muito pelo fato de não estarem praticando o discipulado”, argumenta.

A iniciativa que resultou na criação de um ministério dedicado a essa área também partiu da necessidade que ele mesmo identificou, na época em que se tornou cristão, de encontrar mais materiais que abordassem a formação, ensinamento e acompanhamento de discípulos.

Os materiais do Fast Missions também são utilizados por especialistas na área de discipulado e plantio de igrejas, que é o caso do palestrante Johnny Wong, conhecido em várias partes do mundo pelo trabalho desenvolvido nesta área e que esteve em Ijuí no mês de março durante a Convenção Missionária. A partir destes materiais, líderes e anciãos de igrejas recebem treinamentos variados, que se traduzem, por exemplo, em escolas de evangelismo e cursos de aconselhamento familiar, com objetivo de equipar os fiéis a realizarem estudos bíblicos consistentes. “Ao mesmo tempo, conforme as igrejas são plantadas, a ideia é que os líderes possam acompanhar e ensinar os mais novos na fé mesmo quando os pastores não estiverem presentes nas igrejas”, ressalta.

Igrejas do interior do Rio Grande do Sul já tem buscado aplicar conceitos do discipulado no dia a dia, por meio dos pastores.

Outros dos principais métodos reforçados pelo palestrante são pequenos grupos, estruturas nas quais os fiéis podem se apoiar como modelo primário de relacionamento e missão. “Se as pessoas cultivarem o amor em pequenos grupos, elas poderão, facilmente, ser amorosas no ambiente das igrejas também”, defende Vis. Além desta área, as igrejas plantadas pelo palestrante no estado americano de Illinóis tem forte cultura de visitação de fiéis, realidade que, a princípio, era difícil pelo perfil social encontrado.

No mês de agosto, igrejas adventistas irão realizar um programa para incentivar a formação de novos líderes que devem colaborar com o relacionamento além das quatro paredes da igreja – conhecido como “encontro fora do encontro”. No Sul do Brasil, a ideia é que isto seja feito de maneira vinculada as classes de Escola Sabatina, transformando-as em unidades de ação fortes na amizade e que, a partir disto, beneficiam a comunidade em que vivem. [Equipe ASN, Willian Vieira]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox