Notícias Adventistas

Alunos da Educação Adventista no DF participam da Missão Calebe

Calebes do Ceama limparam praças e parquinhos da Asa Sul.

Calebes do Ceama recuperaram praças e parquinhos da Asa Sul.

Brasília, DF… [ASN] Para os jovens adventistas do Planalto Central, julho não é apenas mês de férias, mas também de Missão Calebe. E, neste ano, um projeto diferenciado está acontecendo. Não só as igrejas estão participando da iniciativa. Os colégios também resolveram desafiar os alunos a dedicarem, pelo menos, uma semana ao trabalho voluntário.

O pastor Homero Nascimento, capelão do Colégio Adventista Milton Afonso (Ceama) coordena a Missão Calebe desde 2014 na Igreja Adventista do Sétimo Dia Central de Brasília. Nascimento notou que muitos alunos do Ceama participavam do projeto, por isso sugeriu que fosse criada uma Missão apenas para estudantes. A ideia foi aprovada e ainda se expandiu para outros colégios.

WhatsApp-Image-20160713 (1)

Alunos do Ceat limparam quadra municipal para oferecer aulas gratuitas de futsal.

No total, 95 alunos do Ceama, Colégio Adventista de Taguatinga (Ceat) e Colégio Adventista do Gama (Ceag) entre 13 e 18 anos participam da Missão. Dentre as atividades realizadas estão a Escola Cristã de Férias, limpeza e pintura de praças, parquinhos e quadras esportivas, visitas à orfanatos, distribuição de livros missionários, semana de oração, palestras sobre saúde. Os calebes do Ceat encontraram um ginásio abandonado em Planaltina de Goiás, limparam e agora estão oferecendo uma escolinha missionária de futsal para crianças do entorno. Segundo o pastor Adriano Rezende, capelão do Ceag, o objetivo da Missão é fortalecer a identidade dos alunos como adventistas e despertar a missão no coração de cada um.

WhatsApp-Image-20160713

Projeto quer reforçar a identidade adventista nos alunos.

Os calebes do Ceag estão acampados na quadra da escola durante dez dias. Até mesmo alguns professores doaram um pouquinho de suas férias para estarem com os alunos ajudando na alimentação. Neste período, os jovens resolveram deixar de lado os smartphones para assim se conectar apenas com Deus e com o próximo. “Muito interessante a experiência de poder dedicar este tempo das minhas férias para levar a mensagem de Deus. Esse mundo está precisando e não está demorando para Ele voltar. Falta pouco. E nós precisamos levar quantas pessoas nós pudermos”, alerta Wesley de Araújo, aluno do segundo ano do Ensino Médio. Sua colega Samantha Vieira concorda. “Você tem contato com pessoas que nunca ouviram falar de Jesus. Você se sente feliz por falar do amor de Deus. Aprende a deixar o orgulho de lado e a pensar no próximo, porque você não quer estar lá no céu sozinho. Ser Calebe não é levar as pessoas para dentro da igreja. Ser calebe e ser igreja é testemunhar aonde você for”, conclui.

Karinne Maia é aluna do Ceama e está prestes a se formar. A jovem conta que sempre quis participar da Missão Calebe, porém somente agora conseguiu realizar este desejo. Depois de uma intensa semana de atividades, suas expectativas foram superadas. “Foi muito mais do que eu esperava. No final percebi que estava muito mais perto de Deus do que no começo. Aprendi que nossa missão não deve ser só no Calebe, e sim durante toda a vida”, conta. [Equipe ASN, Pâmela Meireles]

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox