Notícias Adventistas

Redes de solidariedade se movimentam pelo México e Guatemala

Situação no México e na Guatemala é terrível depois de tremor com 8,1 graus na Escala Richter que afetou dois países. Equipes de apoio começam a atuar.

Destroços de um prédio municipal em Juchitan. Foto: El País

Cidade do México, México … [ASN] O terremoto de 8,1 graus que sacudiu a costa sul do México na noite de quinta-feira, 7 e que seguiu com réplicas no dia seguinte já causou mais de 60 mortes no país e assolou principalmente os estados de Tabasco, Oaxaca e Chiapas, além da Guatemala. O número de mortos pode ser maior, segundo autoridades locais, pois as buscas por corpos continuam na região.

De acordo com a agência de notícias da Igreja Adventista na América Central, os líderes locais seguem orando e tentando verificar o que é possível fazer para reduzir o sofrimento dos atingidos. “Coisas piores infelizmente virão nesse mundo, mas isso somente nos ajuda a reafirmar nossa fé e a aprofundar nosso compromisso com Deus para que nos lembremos de que o fim não está muito longe”, afirmou o presidente da Igreja na região, pastor Israel Leito.

Vazamento de gás, falta de energia elétrica

Portais de notícia da região de Chiapas informam que, conforme levantamento preliminar, a colônia de La Hormiga, ao norte da cidade histórica de San Cristóbal de las Casas, foi uma das que sofreu abalos. Por lá, quedas de tetos de edifícios, prédios comerciais, igrejas e outros lugares históricos. Na região, também foi reportado vazamento de gás e falta de energia elétrica. A reportagem da Agência Adventista Sul-Americana de Notícias (ASN) conversou com uma pessoa que mora na cidade de Tuxtla Gutiérrez, capital de Chiapas, e que estava bastante preocupada com os tremores que ainda ocorriam na sexta. “Eu não posso falar mais, preciso me colocar a salvo”, comentou a pessoa, que é profissional de comunicação e dialogou por meio do Whatsapp.

A liderança adventista informou, ainda, que houve danos ao escritório da organização em Chiapas, além de congregações e escolas adventistas. O presidente local disse que não se tem, ainda, a dimensão completa dos danos.

Guatemala

Família desolada com perda de moradia em Tacaná, naGuatemala. Foto: Marlon Pacheco

Na Guatemala, segundo o portal Prensa Libre, foram afetados cinco departamentos (equivalentes a estados) e pelo menos 4.493 pessoas foram afetadas, sendo que 90 tiveram de sair de suas casas. O portal afirma que ainda não foi reportada a morte de nenhuma pessoa por conta do terremoto no país vizinho ao México.

A agência humanitária adventista na Guatemala, a ADRA, informou que ainda faz uma avaliação dos prejuízos para ativar o fundo de emergência que possibilitará apoio imediato para os afetados, especialmente os que possuem casas feitas de abobe (feitos de barro e um pouco de palha para dar liga e, às vezes, com pitadas de cal ou cimento usados como estabilizante) e foram atingidos com danos estruturais graves. Outras vítimas em um primeiro atendimento da ADRA Guatemala se encontram em uma região montanhosa chamada Tacaná, onde se sabe que há mais de 600 casas destruídas.

Ajudas

A Igreja Adventista do Sétimo Dia na América do Sul sinalizou com uma doação de 100 mil dólares para ajuda inicial aos afetados pelo terremoto na região. O presidente da Igreja Adventista para oito países sul-americanos, pastor Erton Köhler, afirmou que o México e a Guatemala estão sofrendo duramente e é necessário que as pessoas orem pelas pessoas afetadas. “Elas necessitam de fé, esperança e solidariedade”, comentou. [Equipe ASN, Felipe Lemos, com informações de Libna Stevens, da Divisão Interamericana]

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox