Notícias Adventistas

Projeto missionário e social impacta Brasília

Na Esplanada dos Ministérios, finalização de iniciativa levou 110 pessoas ao batismo.

Projeto-missionario-e-social-impacta-Brasilia

Para Lúcia, contato genuíno com a Bíblia a ajudou a romper com o vício do cigarro. (F0t0: Liana Feitosa)

Brasília, DF… [ASN] Em todo o Distrito Federal (DF), 14 pontos de evangelismo foram criados para receber, durante três noites, pessoas interessadas em conhecer mais sobre a Bíblia. A iniciativa faz parte do projeto “Brasília, Capital com Esperança”, que tem promovido, desde o dia 14 de setembro, ações de solidariedade e amor.

Em Sobradinho, cidade satélite do DF, a igreja adventista se tornou um ponto de esperança para os cristãos e, na quarta-feira, 18, recebeu como orador o pastor Erton Köhler, presidente sul-americano da Igreja Adventista. Köhler explica que o projeto promove muitas ações de aspecto social, que ajudam as pessoas. No entanto, para ele, isso não basta. “Uma coisa está muito clara: a vida de nenhuma pessoa será definitivamente melhor se não colocarmos esperança na vida delas”, afirma. “Nós não queremos apenas melhorar condições, queremos dar a solução. Levar a verdadeira solução, que é a esperança em Jesus, é isso que oferecemos”, conclui Köhler.

Durante o programa, algumas histórias se tornaram conhecidas, como a de Lúcia Moreira. A jovem senhora já conhecia a Bíblia. Mas, um dia, quando meditou nas palavras do livro de Êxodo, percebeu que algo importante estava passando por alto. “Quando vi que os Dez Mandamentos foram escritos pelos dedos do próprio Deus, não tive como ignorar. Passei a seguir os mandamentos à risca”, conta. Resistente a algumas verdades bíblicas, a decisão parecia demorar.

Mudança de rota

O tempo foi passando e a viúva, mãe de dois filhos, encontrou na fé o apoio que precisava para superar a dor da perda e voltar a sorrir. Além disso, recebeu incentivo e instrução dos amigos da igreja para deixar o cigarro, vício que a acompanhava há 30 anos. “Sei que pelas minhas forças não conseguiria, mas com a fé em Jesus e a força que o Espírito Santo me dá, eu consegui”, afirma.

Assim, Lúcia desejou ser batizada para confirmar sua decisão de dedicar a vida a Deus. O palco da celebração foi a igreja adventista de Sobradinho e o dia da decisão, uma quarta-feira. Mas a data escolhida não foi uma opção qualquer. No dia anterior ao batismo, o fornecimento de energia foi interrompido na casa de Lúcia. Por isso, acendeu uma pequena vela para ler, na Bíblia, o que Deus havia feito no quarto dia da criação, conforme está escrito no livro de Gênesis. “Vi que no quarto dia Deus fez o sol, a lua e as estrelas, e separou a luz das trevas. Com isso, percebi que Deus está me separando dos prazeres do mundo, das trevas que existem, para que eu seja luz”, compartilha emocionada.

Esperança para a capital

Aproximadamente 17 mil pessoas se reuniram na Esplanada dos Ministérios. (Foto: Jeanne Moura)

No sábado, 21, cerca de 17 mil pessoas se reuniram no gramado da Esplanada dos Ministérios. Como parte do projeto “Brasília, Capital com Esperança”, a celebração contou com a participação do quarteto Arautos do Rei, da cantora Laura Morena e dos apresentadores da TV Novo Tempo, os pastores Luís Gonçalves e Ivan Saraiva, dos programas Arena do Futuro e Está Escrito, respectivamente.

Juntos, eles fizeram uma noite diferente, de encontro com Deus e decisões por uma vida ao lado de Cristo. “Precisamos entender que nossa estada nesse mundo tem como propósito salvar pessoas para o reino de Deus, somente assim essa esperança vai passar de um coração para o outro e milagres irão acontecer”, afirma o presidente da igreja adventista do Centro-Oeste, pastor Helder Roger.

Projeto-missionario-e-social-impacta-Brasilia3

Projeto Brasília, Capital da Esperança resultou em 110 batismos, que foram realizados ao ar livre. (Foto: Jeanne Moura)

Centenas de pessoas tiveram suas vidas mudadas e 110 batismos reafirmaram a missão da Igreja para a capital do país. “Sou adventista desde pequena e tenho duas filhas que frequentam a Igreja. Estive fora por um tempo e retornei pelo convite delas. Hoje, trouxe meu namorado à Esplanada e, no meio da multidão, ele sentiu vontade de atender ao apelo, pediu estudo bíblico e decidiu pelo batismo”, conta a funcionária pública Cleide Ribeiro.

“É um privilégio muito grande estar aqui hoje. É maravilhoso sentir a emoção de não somente participar disso, mas também em cantar para tanta gente, pois mesmo em um pequeno espaço de tempo a música fala e toca o coração das pessoas e isso é um presente”, compartilha a cantora Laura Morena.

Estrutura

O evento finalizou as ações de solidariedade e cidadania do projeto “Brasília, Capital com Esperança”. Para a ocasião, foi construída uma mega estrutura com palco de 16 metros de largura por 12 de altura em um espaço total de 52 metros. No local, 17 mil cadeiras foram colocadas para dar conforto ao público presente. Além disso, sete telões de LED foram montados para que todos pudessem acompanhar a programação e três portais de entrada deram acesso ao público, que chegou em 200 ônibus e centenas de automóveis. [Equipe ASN, Liana Feitosa e Rebecca Silvestrin]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox