Notícias Adventistas

Projeto facilita construção de igrejas no Centro-Oeste

A igreja de Vila Cidinha

A igreja de Vila Cidinha, em Tocantins, é a terceira do distrito de Araguatins a ser construída através do projeto.

Brasília, DF… [ASN] Realização de sonhos. É o que representa a construção de templos através do projeto Igrejas Modelo. Desenvolvido pela administração da Igreja Adventista para a região Centro-Oeste (União Centro-Oeste Brasileira), o projeto é aplicado nos estados de Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Tocantins. Com o objetivo de diminuir custos e simplificar as construções, são disponibilizados quatro projetos completos que possuem todos os elementos importantes para a construção de um novo templo.

O pedreiro Antônio Feitosa, diretor do grupo de adventistas do bairro Vila Cidinha, em Araguatins, no estado de Tocantins, tem acompanhado de perto a construção de sua igreja. Na verdade, ele está, literalmente, colocando as mãos na massa. Aos 68 anos, e com quase 6 décadas de adventista, Feitosa se empenha para ajudar o grupo. “Eu faço isso por amor”, assegura.

Trabalho em equipe

Existem quatro projetos completos de templos para 70, 120, 180 e 230 pessoas.

Há quatro projetos: para 70, 120, 180 e 230 pessoas.

A parceria entre os membros da igreja local e a sede da igreja em cada estado tem sido fundamental. “Isso tem motivado tremendamente a nossos irmãos a viabilizarem seus projetos”, se alegra Anilson Soares, administrador financeiro da Igreja em Goiás. Desde o início, o departamento de engenharia acompanha cada projeto e providencia todos os projetos complementares, legalização e autorização da construção junto aos órgãos municipais.

Durante esse processo, a igreja local vai juntando os recursos para dar início às obras. “A cada igreja que é sonhada, é feito um estudo de viabilidade, visando não somente iniciar as obras, mas desde a sua concepção a conclusão da mesma num prazo determinado”, enfatiza Ronei Pereira, administrador financeiro da Igreja Adventista para o estado do Mato Grosso do Sul.

Crescimento e transformação de vidas

No Distrito Federal bons frutos têm sido colhidos através do projeto, que está sendo realizado em vários distritos. Para o engenheiro Leandro Prado, que trabalha na sede administrativa da Igreja para o Distrito Federal e entorno, as características do projeto fazem com que o resultado seja positivo. “Baixo custo, fácil método construtivo, projetos modernos e confortáveis, as necessidades são facilmente supridas, gerando bons resultados”, observa.

De acordo com o administrador financeiro da Igreja Adventista para o estado do Mato Grosso, Daniel Grubert, Deus tem conduzido todo o processo de expansão do projeto na região. “São tantas obras, reformas e construções, tantas pessoas envolvidas e nenhum acidente. Isso prova mais uma vez que Deus está no controle de tudo, pois, além de acompanhar o crescimento de sua obra, Ele protege aqueles que se dedicam a ela”, destaca.

Os investimentos em construção e reforma de templos no Centro-Oeste do Brasil se justificam, segundo os líderes da denominação, pelo crescimento do adventismo na região. Mas, de acordo com o pastor Jairo dos Anjos, administrador financeiro da Igreja Adventista nessa região e coordenador do projeto, é preciso ter moderação ao atender a demanda das construções para não afetar os recursos usados de forma direta na pregação do Evangelho. “A melhor construção, no menor tempo e com o menor investimentos para que sonhos sejam realizados e que a igreja continue crescendo cumprindo a missão e representando nosso Deus”. [Equipe ASN, Deborah Lessa]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox