Notícias Adventistas

Nota de falecimento: Professora Cleide Borba Oliveira

São Paulo, SP… [ASN] É com lamento e grande pesar que o Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp) comunica o falecimento da professora Cleide Borba Oliveira, que ministrava aulas para o curso de Música no Unasp campus São Paulo. Gaúcha de Porto Alegre é a primeira filha do casal Darci Borba e Onélia Borba, ambos missionários da Igreja Adventista. Vítima de câncer, a professora de 55 anos deixa esposo e dois filhos.

Serviu a Educação Adventista no Centro Universitário de São Paulo por 31 anos sendo diretora da Academia Adventista de Arte (ACARTE) e coordenadora do Festival Internacional de Música do Unasp (MUNASP) por muitos anos. Mesmo já afastada das atividades profissionais pela doença, contribuiu de maneira essencial para o 6º MUNASP, a ser realizado de 2-8 de julho deste ano, bem como na execução do projeto editorial do livro “UNASP Goumert. Receitas Inesquecíveis: Doce Vida na Colina”, lançado no último dia 26 de maio, quando o campus universitário completou 102 anos.

Além de pianista, pintora, artista plástica, cozinheira e professora, Cleide gostava de foi escrever poemas, um dos últimos que ela publicou em sua rede social falava sobre esperança mesmo em meio à doença.

“As luzes começaram abaixar …. junto com a esperança de alta, a angústia de um sábado que amanhecia e a cada hora mais escuro.
Mas o sol brilhava lá fora e no meu olhar quando era meio dia começava escurecer.
A saída do hospital garantida por quem é a Luz do mundo e o calor da minha família começou a ser sentido apenas pela presença do Sol da justiça.
Quem pode imaginar a sensação da escuridão ao meio dia?
Quem consegue cantar na escuridão quando se quer chorar?
Há certos detalhes que só a fé pode revelar … Bem aventurado aquele que crê mesmo sem ver …
A cada dia no cair da tarde nas 10 sessões de radioterapia … Deus fortalecia minha alma.
Feliz Sábado na certeza de que dias melhores virão!
Me entrego mais uma vez a quem é Luz na minha vida!”

O culto fúnebre acontece no templo do Centro Universitário Adventista de São Paulo, na zona sul da capital, a partir das 10h30 e o enterro será a partir das 16h no Cemitério Municipal de Artur Nogueira, interior do Estado. O Unasp está dando o apoio necessário à família e amigos enlutados e crê na promessa bíblica que: “Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas. ” (Apocalipse 21:4) [Equipe ASN, Mairon Hothon]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox