Notícias Adventistas

No Paraná adventista é eleita “mulher destaque”

A enfermeira Zuleide de Jesus Silva.Curitiba, PR… [ASN] Zuleide de Jesus Silva tem 65 anos, é técnica de enfermagem e diretora dos Ministérios da Mulher na igreja de Vila das Oficinas, em Curitiba, PR. No município vizinho à capital, Fazenda Rio Grande, ela desenvolve um trabalho social com gestantes e mães iniciantes que resultaram na eleição dela como Mulher Destaque em Saúde de Fazenda Rio Grande.
Há dez anos, depois de atuar em outros hospitais, como o Hospital Adventista de São Paulo, Zuleide foi aprovada no concurso público municipal, e passou a trabalhar no Hospital e Maternidade Nossa Senhora Aparecida. A realidade encontrada era desesperadora: altíssimo índice de mortalidade infantil e também o número de mães adolescentes.
“Comecei a orar sobre o problema, falando para Deus sobre meu desejo de mudança, e que precisava de ajuda”, conta. Zuleide entendia que os problemas graves que causavam a morte das crianças seriam minimizados com orientações. Foi aí que, de forma voluntária e individual, ela criou um projeto que deu o nome de Oficina de Gestantes. A ideia era aproveitar o momento em que a recepção estava cheia de mulheres aguardando para fazer o exame de ecografia e conversar com elas sobre amamentação, higiene, cuidados gerais com o bebê, etc.. Após uma hora na recepção, Zuleide voltava ao seu posto de trabalho na maternidade. “Todas as palestras eu iniciava com uma oração e aproveitava para entregar folhetos”, recorda.
Após um ano e meio, o trabalho de Zuleide começou a dar resultados e a direção do hospital começou a dar suporte; alguns colegas começaram a ajudá-la com palestras. Conversando com as gestantes, ela percebeu que outro problema acontecia pela ausência do registro de nascimento das crianças no cartório. Zuleide procurou então o promotor da cidade, e ficou decidido que nenhuma criança deixaria o hospital sem ter seu registro feito no cartório. Zuleide criou ainda uma unidade coletora de leite, dando suporte a dois hospitais de Curitiba que têm banco de leite.
Com a oficialização do projeto, a enfermeira passou ainda a visitar as famílias em casa, para orientações mais específicas. As famílias passaram ainda a ter acesso ao programa Parto Assistido, uma das ações do Oficina de Gestantes.
O envolvimento pessoal com os necessitados começou a despertar interesse dos colegas que passaram a estudar a Bíblia dentro do hospital com Zuleide. Há seis anos o projeto que ela criou tornou-se oficial da prefeitura, e ela foi promovida a Coordenadora do agora chamado Programa Mãe Fazendense, atendendo atualmente 100 mulheres por mês.
No dia 30 de março, Zuleide foi convidada a participar de uma confraternização do município. O espírito missionário fez com que ela levasse uma caixa de livros A Grande Esperança para entregar aos outros participantes. O que Zuleide não sabia era que o evento seria uma homenagem surpresa para a Mulher Destaque em Saúde no município, com condecoração feita pela prefeitura, Câmara de Vereadores e Associação de Pastores local.
“Quando a mestre de cerimônia disse que eu trabalhava não apenas a questão de saúde das pessoas, mas também o lado espiritual e mostrou o livro que eu tinha dado a ela, as pessoas se levantaram e vieram até minha mesa pedindo livros também”, afirma Zuleide. Como o número de participantes era maior que o de livros, ela passou a dar o endereço do hospital onde trabalha e as pessoas estão buscando mais livros. Zuleide entregou desde o dia 30, cerca de 300 exemplares.
Por onde passa, Zuleide ou dona Zuzu, é reconhecida; ainda mais nos terminais de ônibus onde aparelhos de televisão transmitem as palestras que ela oferece para as gestantes. “Quando visito uma mãe e a encontro cheia de tarefas e perdida tentando dar conta de tanto trabalho, sento e mostro pra ela a importância do controle do tempo doado por Deus. Os pais que encontro em casa sempre aprendem que o filho é um presente dado por Deus”, salienta.
Através do testemunho de Zuleide, seis colegas de trabalho foram batizados. Ainda de acordo com ela, há famílias de gestantes frequentando as igrejas na região e recebendo estudos bíblicos.
Hoje, a prefeitura oferece transporte gratuito para as gestantes e pais participarem das palestras de Zuleide. Os encontros, agora também com psicólogos, nutricionistas, pediatras e bioquímica acontecem no auditório do Núcleo de Apoio à Saúde da Família”.
“Tudo eu dedico a Deus que me deu o talento e a disposição de trabalhar na causa”, conclui, afirmando que, embora esteja aposentada, está longe de pensar em parar de trabalhar. [Equipe ASN – Francis Matos]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox