Notícias Adventistas

Igreja sul-americana abre 857 novos templos no 1º semestre

Até o fim do ano, a meta é abrir 1700 novas igrejas na América do Sul

Mais de 60 membros frequentam a igreja do presídio de Sorocaba

Mais de 60 membros frequentam a igreja do presídio de Sorocaba

Brasília, DF … [ASN] Nos seis primeiros meses de 2016, 857 novas Igrejas Adventistas foram criadas e oficializadas na América do Sul. O número é 36% maior do que o registrado no ano anterior (544). De acordo com o pastor Edison Choque, diretor de Missão Global e da Escola Sabatina da Igreja para oito países da América do Sul, nos últimos anos a cultura de abrir novas igrejas está sendo definida como meta na liderança dos pastores.

Leia também: 

“Finalmente o pastor distrital está assimilando a cultura do plantio, e as associações estabeleceram como uma de suas metas estratégicas principais o plantio de igrejas”, destaca ele. Para um grupo organizado se tornar oficialmente uma igreja, precisa ter o mínimo de 30 membros e ser formalizado como parte da respectiva associação, que irá nomear um diretor, um tesoureiro, um secretário e líderes de departamentos. Até o fim do ano, a meta é abrir 1700 novas igrejas na região.

Sorocaba funda igreja no presídio do estado

No último dia 24 de julho foi organizada oficialmente uma igreja com 65 membros no presídio de Sorocaba, que pertence ao distrito central da cidade. De acordo com o pastor responsável pela igreja, Dirceu de Lima, o grupo na cadeia estava muito grande e já havia líderes para todos os departamentos. Além disso, os irmãos estavam empenhados em evangelizar os colegas presidiários.

“Quando vimos os presos promovendo os grandes eventos da igreja, como Semana Santa, Semana de Mordomia e de Saúde, programas especiais no Dia das Mães, Dia dos Pais e até Santa Ceia, decidimos organizar a igreja dentro da prisão”, conta ele. No dia da inauguração foram ordenados três membros como anciãos e 14 como diáconos, e até o momento 84 pessoas já foram batizadas

O pastor Lima destaca as mudanças observadas nos presos conversos: “Muitos deixaram de fumar, pararam de comer carne de porco e tomar café e passaram a selecionar os programas de TV. Também adquiriram o hábito de estudar diariamente a lição da Escola Sabatina, a meditação e a Bíblia nas celas, formaram pequenos grupos e passaram a limpar o local na sexta-feira em preparo para o sábado. O culto de pôr-do-sol também virou rotina na vida dos detentos. ”

A direção do presídio recebeu o projeto com alegria e considera os adventistas como parceiros. “Os funcionários elogiam o conteúdo e a qualidade dos nossos materiais”, informa o pastor.

Inauguração da primeira igreja de imigrantes africanos na América do Sul

No próximo sábado, 6 de agosto e Dia da Multiplicação dos Pequenos Grupos, será inaugurada a primeira igreja de imigrantes da África, em Hortolândia (São Paulo). A igreja já conta com mais de 100 membros de oitos países africanos, como Angola, Costa do Marfim e Senegal.

De acordo com o pastor responsável pelo grupo, Edson Pereira, muitos jovens africanos estavam espalhados por outras igrejas e não tinham a oportunidade de se envolver em atividades específicas. “Na comunidade africana eles poderão assumir cargos de liderança e levar a mensagem aos mais de mil africanos que vivem na região”, comemora. [Equipe ASN, Silaine Bohry]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox