Notícias Adventistas

Igreja Adventista reforça investimento nas novas gerações

Objetivo é estimular e potencializar talentos para que mais pessoas conheçam a Cristo

6 de maio de 2017

Ian conversa com o pastor Erton Köhler, presidente da Igreja Adventista, durante programa realizado em Brasília (Foto: Gustavo Leighton)

Brasília, DF… [ASN] Ian de Oliveira tem 13 anos e já carrega um sonho no coração: ser um pastor. Embora ainda lhe falte a graduação em Teologia para obter o título, ele já vivencia a experiência no relacionamento que constrói com as pessoas ao falar de Jesus. “Após meu batismo, preguei pela primeira vez. E aquilo me incentivou. E hoje é algo que se eu parar de fazer, vou me sentir incompleto”, sublinha.

Leia também:

Morador da cidade de Ponto Novo, na Bahia, ele tem desenvolvido uma série de atividades evangelísticas em sua localidade, como Semanas de Oração, e tem oferecido até mesmo palestras sobre saúde. Por influência direta do que tem feito, 13 pessoas já foram batizadas.

Ian faz parte de um grupo que tem recebido atenção diferenciada da liderança da Igreja Adventista na América do Sul, que tem apostado no potencial das novas gerações e nas contribuições que crianças, adolescentes e jovens têm para oferecer para que mais pessoas conheçam a Cristo.

Atenção voltada para o futuro

A ênfase em ações que envolvam esse público foi reforçada na abertura do Concílio Administrativo da denominação, que teve início na noite desta sexta-feira, 5, em Brasília. Os participantes – gestores da Igreja em níveis regionais e nacionais – estão reunidos para um encontro em que serão apresentados projetos e decisões para o ano de 2018.

Programas como o Um Ano em Missão, iniciativa da sede mundial adventista para estimular voluntários a doar um ano para desenvolver atividades evangelísticas e comunitárias, tem envolvido centenas de pessoas no continente.

Diversos deles foram até Brasília para contar as experiências que tem vivido nos mais diversos lugares após pausar as carreiras estudantis, profissionais e até mesmo estender o noivado por mais tempo para dedicar sua vida para impactar a de outras pessoas.

Veja a galeria com imagens da reunião:


De acordo com o pastor Helder Roger, vice-presidente da denominação para oito países sul-americanos e coordenador de estratégias que envolvem as novas gerações e os departamentos ligados a elas, a preocupação com a temática se dá por um motivo específico.

“É natural o processo da continuação da vida da liderança, do ministério, da missão. Ninguém é eterno. Por isso, é preciso que haja uma continuidade. E se não tivermos as novas gerações comprometidas com Deus, com a missão, então podemos pensar na extinção da Igreja”, reforça Roger.

Por isso, o foco deve estar cada vez mais nas crianças e juvenis, acredita ele, já que o mais índice de pessoas que se tornam adventistas é composto por esses públicos. Também é preciso que jovens tenham mais oportunidades de assumir cargos de liderança nas congregações locais.

Para esse grupo, Ian deixa um recado. “Nunca enterre seu talento. Se Deus te deu um, você precisa usá-lo. Mesmo que você não saiba qual é o seu, tente usá-lo e você descobrirá qual é. Ore e peça a Deus para lhe mostrar. Ninguém neste mundo é desprovido de talento”, exclama.

Para acompanhar as decisões e o que acontece na Comissão Administrativa, clique aqui e acesse a página especial. Abaixo, veja o vídeo com o programa completo transmitido nesta sexta-feira. [Equipe ASN, Jefferson Paradello]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox