Notícias Adventistas

Igreja Adventista de Nova Petrópolis é organizada no fim de semana

Primeiras atividades dos adventistas na cidade da Serra Gaúcha começaram em 1999.

iasd-nova-petropolisNova Petrópolis, RS… [ASN] Administradores da Igreja Adventista para as regiões leste e sul do Rio Grande do Sul (ASR), bem como líderes do templo local e comunidade, compareceram, no fim de semana (17), à cerimônia de organização da Igreja Adventista de Nova Petrópolis, que até pouco tempo, era apenas considerado um grupo.

Histórico

O início das atividades dos adventistas na cidade da região da Serra Gaúcha remonta o ano de 1999, período em que Nair Michaelsen recebia visitas do pastor Liles Nunes, que fazia cultos e reproduzia slides com temas evangelísticos à ela e aos pais, que estavam enfermos e estavam aos cuidados da mulher.

Após o falecimento do pai de Nair, no início do ano de 2000, algumas famílias adventistas que residiam na cidade foram informadas de que na casa da dela havia um pequeno grupo. Foi então que começaram a frequentar os cultos, às famílias de Breno Prestes, de Carlos, Gilmer e Gilberto Rache e, mais tarde, Izaura Gonçalvez Monteiro.

No entanto, apenas dois encontros foram realizados na casa de Nair. O local dos cultos foi alterado para o outro lado da rua, em uma casa pertencente à família, mas que era alugada para um homem chamado José, que cedeu a sala para que as reuniões fossem realizadas. Para que isso ocorresse, os custos da locação foram divididos com a igreja.  José participava dos cultos, mas como fazia parte do rol de membros e, inclusive, era alcoólatra, a realização dos encontros no local foram, ao longo do tempo, se tornando inviáveis pela situação.

Quase um ano depois, o grupo se mudou para a garagem da casa de Karina e Estela. O pastor Nunes auxiliou o grupo no início com a doação das primeiras cadeiras, no entanto, o grupo não permaneceu por muito tempo no local.

Havendo a necessidade de um lugar mais apropriado para reuniões, foi alugada uma sala para a realização dos cultos, no centro de Nova Petrópolis, na qual o responsável nomeado foi Breno Prestes (citado no início do texto). Ele havia se mudado de Gramado no ano de 1995, mas por não encontrar nenhuma igreja, continuou a frequentar o local que estava acostumado no município onde morava. Devido à distância e aos gastos com transporte, Prestes sugeriu ao pastor Liles, a possibilidade de ter um grupo em Nova Petrópolis e, foi então que soube do grupo existente de Nair Michaelsen.

Com o incessante desejo de ter um local para adoração e louvor, Prestes se manteve na direção do grupo com a ajuda de outros fiéis e do Pastor Bruno Schaeffer, que substituiu o pastor Nunes. Neste período, uma senhora chamada Lucia começou a estudar as doutrinas, realizou estudos bíblicos por correspondência e manifestou o desejo de colocar Deus em primeiro lugar por meio de uma cerimônia de batismo na igreja de Gramado. Foi então que ela uniu forças ao restante da igreja de Nova Petrópolis, assumindo a direção da área de Escola Sabatina, do Ministério da Criança e da Tesouraria, o que contribuiu bastante para o alcance de novas pessoas para o evangelho.

Ambos – Prestes e Lúcia – lembram de que nos primeiros momentos, havia muitas dificuldades enfrentadas, inclusive financeiras, que faziam com fosse preciso usar dinheiro do próprio bolso, como se estivessem tratando do “zelo por um filho”.

No período em que Paulo Lopes era o pastor responsável, começou a ser cogitada a possibilidade da aquisição de um terreno para construção de um prédio próprio. Seu sucessor, pastor Braz, seguiu com o desenvolvimento do plano, mas quem escolheu o terreno onde se encontra o atual prédio foi apenas o líder espiritual seguinte, pastor Gérson Ritter, em 2008. No local, havia uma antiga casa que, no início, foi usada para a realização dos cultos. A construção do prédio atual foi iniciada apenas no ano de 2010. [Equipe ASN, Willian Vieira, com informações da secretaria]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox