Notícias Adventistas

Hospital Adventista de Belém comemora 60 anos de missão

A programação dos 60 anos do Hospital Adventista de Belém (HAB) deixou evidente que a missão de salvar é o grande diferencial da instituição. “Salvar é a nossa natureza. E você sabe o que significa ‘salvar’

 Comemoração reuniu líderes do HAB, do passado e do presente.


Comemoração reuniu líderes do HAB, do passado e do presente.

Belém, PA… [ASN] A programação dos 60 anos do Hospital Adventista de Belém (HAB) deixou evidente que a missão de salvar é o grande diferencial da instituição. “Salvar é a nossa natureza. E você sabe o que significa ‘salvar’: tanto aqui para terra, como para eternidade”, declarou o Dr. Walter Streithorst, médico que acompanhou o crescimento da instituição desde os oito anos de idade. Logo no início do evento, o diretor administrativo do hospital, Vander Alves, falou aos presentes sobre a emoção de comemorar seis décadas de missão. “Nenhuma história se constrói sozinho”, afirmou Vander Alves ao agradecer a presença dos diretores, médicos e acadêmicos que atuaram na história da instituição.

Em seguida, por meio de fotos antigas, foi possível relembrar o trabalho dos pioneiros da obra médico-missionária na região, o casal Leo e Jéssie Halliwell, missionários norte americanos que por meio dos rios e igarapés do Pará e do Amazonas levaram tratamentos simples aos moradores ribeirinhos. O trabalho dos pioneiros deu origem a uma clínica que cresceu e tornou possível, há 60 anos, a inauguração do Hospital Adventista de Belém.  Em homenagem ao casal de pioneiros, este ano, foi instituída a medalha Halliwell, que na ocasião do aniversário foi entregue às pessoas que contribuíram para o crescimento da instituição. Dentre elas, os ex- diretores, médicos, enfermeiros e acadêmicos, parceiros, imprensa local, funcionários mais antigos e autoridades.

O ex-diretor técnico da instituição, Dr. Zildomar Deucher foi homenageado. “Fiquei perdido aqui dentro e relembrei momentos difíceis que passamos quando tínhamos poucos leitos e médicos. Iniciamos, na época, um projeto para ajudar médicos acadêmicos, vencemos as dificuldades e daqui saíram grandes médicos e especialistas”, relembrou.  O médico Merari Reinert também esteve entre os homenageados. Ele atuou na instituição como diretor técnico entre os anos de 1985 à 2002, quando o HAB realizou o primeiro transplante cardíaco e renal da região norte.

Após a apresentação da história, dos projetos e da estrutura do complexo hospitalar que temos hoje, Dr. Markus Barcellos, diretor técnico do HAB, relembrou os detalhes do preparo e da realização do primeiro transplante cardíaco da região. Em seguida, o paciente que teve o coração transplantado há 13 anos falou a todos sobre a mudança em sua qualidade de vida: “nasci de novo, agradeço primeiramente a Deus e em segundo lugar aos médicos do Hospital Adventista de Belém”, disse emocionado ao lembrar que tinha apenas seis meses de vida antes da cirurgia e hoje não precisa nem tomar remédios.

Dentre as autoridades presentes estavam a secretária adjunta do governo do Pará,  Dr. Heloísa Guimarães, que também atua como médica no hospital adventista. “Essa casa é um orgulho para o estado”, declarou. Também participaram da solenidade o Secretário de Saúde do Município, Dr. Joaquim Ramos, e o vereador Nehemias Valentin. Além disso, estiveram presentes os diretores da rede hospitalar adventista na Divisão Sul-Americana, Sérgio Reis; o pastor geral da Igreja Adventista na União Norte Brasileira, Leonino Santiago; os diretores da Faculdade Adventista da Amazônia; o diretor administrativo da igreja adventista na União Norte Brasileira, Clairton Oliveira; e na Associação Baixo-Amazonas, Adimilson Duarte. “É essa missão que temos que faz de nós uma rede de excelência, não só em Belém, mas em todo mundo”, comentou Sérgio Reis, diretor do Sistema Adventista para os países sul-americanos.

No final da programação, pastor Leonino Santiago, pastor geral na União norte Brasileira, mantenedora do Hospital Adventista de Belém, reiterou o diferencial da instituição e falou sobre a importância da missão do HAB: “precisamos resgatar sempre a missão dos nossos pioneiros, de levar o amor de Deus por meio do trabalho social, do atendimento aos necessitados. Esse sempre foi e ainda é o nosso desafio: manter sempre o foco na salvação”, concluiu. [Equipe ASN – Alínic Teles / Foto: Iago Alonso]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox