Notícias Adventistas

Agência adventista de gestão de riscos consolida ações de integração

Administradores da Igreja Adventista na América do Sul participam do primeiro congresso da ARM.Santiago, Chile…[ASN] O primeiro Congresso Sul-Americano de Gestão de Riscos, realizado nos dias 6 e 7 de agosto, em Santiago do Chile, reuniu cerca de 230 representantes da Igreja Adventista do Sétimo dia para discutir prevenção e administração de riscos. O evento contou com a participação especial dos líderes adventistas mundiais Robert Kyte, Arthur Blinci, Gideon Dayak e Geoffrey Hayton, advogados e especialistas em seguro.

O diretor da Adventist Risk Management Sul-Americana, Jabson Magalhães, apresentou um recente histórico da entidade. Abordou os desafios, as conquistas e as mudanças, e destacou a importância de servir. “Nosso papel é orientar as administrações sobre riscos e como se livrarem deles. Porém, a decisão a ser tomada nunca será nossa, sempre será dos estimados administradores, nós apenas orientamos. Isso é servir”, afirma Jabson.

Em sua palestra, o líder financeiro da Igreja Adventista em oito países da América do Sul, pastor Marlon Lopes, citou declarações bíblicas sobre administração de riscos e ressaltou sua seriedade. “Não podemos ter mais a desculpa de dizer: Não vou fazer porque não compreendo. Está muito claro o papel da ARM e do líder, se esses dois lados compreendem o papel da Igreja, imagina onde vamos chegar? Cumprir a missão da igreja. É simples assim”, reflete.

O tesoureiro da igreja adventista na região do Vale do Paraíba, em São Paulo, Gilvan Correa, contou que acompanha o seguro da igreja há dez anos. “Trabalhei na época em que não tinha nada disso, era tudo manual. Hoje temos segurança ao ver toda essa facilidade de trabalhar com os produtos da Igreja de uma forma tão ágil e tranquila. É um grande desenvolvimento, podemos ver o profissionalismo e as qualidades dos produtos. Por muito tempo sonhei com um momento assim”, relata.

Para o tesoureiro do Internato Adventista de Petrópolis (IPAE), Wagner Pessanha, “foram momentos de grande importância, para a renovação de metas no trabalho e também para o compromisso com Deus e a Missão da Igreja. Ressalto de uma maneira muito especial, toda a organização do evento, desde a chegada até a saída do hotel. E não poderia deixar de citar o alto nível das palestras ali ministradas”.

“Realmente me sinto contente e privilegiado por ter participado desse Congresso que confirmou a importância do seguro em nossas instituições”, frisou o tesoureiro da igreja na região oriental boliviana, Rudolfph Wunder Hurtado.

Durante os dois dias, os participantes puderam acompanhar as palestras em seu próprio idioma. Além do serviço de tradução simultânea, foram instalados telões em português, espanhol e inglês. [Equipe ASN, Thayanne Braga]

 

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox