Notícias Adventistas

Faleceu pastor Sesóstris Souza

Criador do conhecido Curso como deixar de fumar em cinco dias deixou legado espiritual e administrativo para a Igreja Adventista do Sétimo Dia

Líder serviu de inspiração para muitas gerações

Líder serviu de inspiração para muitas gerações

Hortolândia, SP … [ASN] Faleceu domingo, 19 de maio, na capital paulista, o pastor Sesóstris Cezar Souza, aos 97 anos. Ele nasceu em 11 de agosto de 1915, no Ceará. Aos 20 anos, aceitou a mensagem adventista, formando-se em teologia em 1942. Foi casado com Lili Souza, com quem teve duas filhas: Ruth Costa casada com Natanael Costa, médico; e Irenilda Menegusso, casada com Eliseu Menegusso, doutor em teologia. Tem cinco netos e sete bisnetos. Viúvo, casou-se novamente com Salvadora Schlemper Souza.

Pastor Sesóstris mudou a vida de milhares de crianças, estudantes e jovens. Foi pastor por 34 anos e por mais 25 gerenciou lares de crianças na Golden Cross. Na obra pastoral, atuou como distrital no Pará, Amazonas e Minas Gerais, na capital Belo Horizonte. No Instituto Adventista Cruzeiro do Sul (Taquara, RS) e no Instituto Adventista Petropolitano de Ensino (Petrópolis, RJ) foi diretor, preceptor e professor. Na liderança departamental, dirigiu o Ministério Pessoal e Escola Sabatina na então União Este Brasileira, Comunicação e Saúde na Associação Sul-Riograndense e na Voz da Profecia, fundou programas de rádio.

Escreveu quatro livros, todavia, seu último livro não deu tempo de publicar: “Anjos, Sua Presença e Atuação na Vida Humana”, “Experimente Jesus”, “O Ministério dos Anjos” e “Manancial de Experiências Inéditas”.
Pastor Sesóstris era criativo e inquieto. Ele criou o curso Como Deixar de Fumar em Cinco Dias, no Brasil, cuja estreia aconteceu na cidade de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. É de sua autoria o panfleto “O Fumo Distrai ou Destrói?”. Outro projeto pioneiro lançado pelo pastor Sesóstris foram os Pequenos Grupos, em Belo Horizonte, Minas Gerais, onde mais de 50 pessoas foram batizadas.
Todavia, seu maior “hobby” foi dedicar-se exclusivamente à filantropia infantil após sua aposentadoria em 1976. Em parceria com a Golden Cross, pastor Sesótris administrou 13 lares de onde saíram centenas e centenas de crianças para serem líderes em várias áreas da Igreja Adventista. [Equipe ASN, Jael Eneas]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox