Notícias Adventistas

Encontrado mosaico que conta história bíblica de Sansão

Descoberta dos Manuscritos do Mar Morto e de códices do Antigo Testamento já comprovavam historicidade de SansãoBrasília, DF … [ASN] Autoridades de antiguidades de Israel anunciaram nessa semana que uma escavação arqueológica descobriu, em uma sinagoga na Galileia, um desenho em mosaico descrevendo a história bíblica de Sansão, junto com uma escrita em hebreu. O mosaico tem aproximadamente 1.600 anos. Segundo o The Jerusalem Times, a escavação foi liderada por Jodi Magness, professor da Universidade da Carolina do Norte, em parceria com outras empresas de pesquisa.

A estrutura da sinagoga e os desenhos encontrados aparentam ser, de acordo com o Times, restos de uma antiga sinagoga mencionada em várias histórias medievais como um dos lugares em que os rabinos do Talmud se encontravam para discutir e promover o livro sagrado dos judeus.

Como descrito no relato bíblico de Sansão, o mosaico mostra um par de raposas com uma chama conectando seus rabos. O mosaico também tem inscrições em hebreu e um grande medalhão decorado com outros menores e desenhos de cabeças de mulheres.

Notícia confiável – O teólogo e especialista em arqueologia, o doutor Rodrigo Silva, professor do Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp- Campus Engenheiro Coelho), analisa que a notícia é confiável e que o achado merece estudos. Ele ressalta, no entanto, que esse tipo de descoberta não é incomum em Israel. Silva acrescenta, ainda, que há suficiente evidência da historicidade de Sansão e, portanto, que a narrativa bíblica não pode ser enquadrada como criação literária. “A favor da Bíblia temos apenas uma indicação de que, já no século IV pelo menos 400 anos antes do texto massorético que possuímos, os judeus já conheciam a historia de Sansão como está na Bíblia”. O especialista em arqueologia lembra que nem todas as descobertas arqueológicas na região do Oriente Médio precisam necessariamente confirmar o relato da Bíblia, mas muitas são úteis para esclarecer o contexto bíblico, as origens do cristianismo e mesmo o judaísmo antigo.

O teólogo Luiz Gustavo Assis, que também acompanha constantemente notícias sobre arqueologia bíblica, comenta que “o que torna esse achado significante é que mosaicos de personagens e cenas bíblicas em sinagogas do período romano são raros até o momento”. [Equipe ASN, Felipe Lemos, com informações do The Jerusalem Times]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox