Notícias Adventistas

ANPa comemora os 80 anos da União Norte Brasileira da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

DSC_0095Marituba, PA [ASN] Logo pela manhã, bem cedo, servidores da sede da igreja Adventista para o norte do Pará (ANPa), reuniram-se em comemoração aos 80 anos da sede da igreja Adventista para os estados do Pará, Amapá e Maranhão (União Norte Brasileira – UNB).

A celebração começou por volta das 7h20 da manhã com cânticos e oração. Logo depois o pastor Leonino Santiago, presidente da UNB, passou um resumo da história do pioneirismo adventista na região e desafiou aos servidores da ANPa para continuarem a trabalhar para que pessoas tenha cada vez mais a esperança viva em seus corações.

A UNB se estabeleceu em 1939 e tem se fortalecido ao longo dos anos. “Só agradece quem reconhece, só reconhece quem não esquece” – Leonino Santiago.

DSC_0185Depois dos servidores foi a vez dos pastores distritais da ANPa celebrarem os 80 anos da UNB. Pastor Paulo Godinho, presidente da igreja para o norte do Pará, em companhia dos departamentais e administradores da ANPa, reuniram os 65 pastores na capela da sede da igreja, em Marituba, além dos convidados especiais, os pastores Leonino Santiago, presidente da UNB e do pastor Adolfo Suaréz, Reitor do Seminário Adventista Latino-Americano de Teologia.

Na ocasião foi confeccionado um bolo personalizado aos 80 anos, velas foram acesas, logo depois de cantarem os parabéns, as velas foram apagadas pelo sopro do pastor Leonino.

DSC_0134Nascimento Oliveira, tem 52 anos, é uma pessoa comum aos olhos da sociedade do século 21: homem trabalhador, casado e pai de duas filhas. Mas o que muitos não sabem é que ele faz parte de uma geração de servidores da igreja que ajudaram no crescimento da mensagem Adventista na região.

A Agência Adventista Sul-Americana de Notícias (ASN) conheceu um pouco mais do trabalho e conversou com o funcionário Nascimento, que trabalha na área do patrimônio da Associação Norte do Pará (ANPa).

Como foi o início do seu trabalho na Associação?

Antes de começar a trabalhar para a igreja, eu já tinha um desejo de servir a Deus. A diferença era que eu não recebia nada por isso. Lembro-me que fundamos o Quarteto e Grupo Mensagem, ambos fundados em 1981, na primeira igreja Adventista do bairro Terra Firme, em Belém, e que passou a ser uma referência musical da igreja na época. Não sabia, mas 7 anos depois, em 18 de outubro de 1989, Deus me chamaria para trabalhar para Ele. E aí comecei o trabalho como office-boy da então Missão Baixo Amazonas; passei para o Caixa e depois fiquei como Revisor de Tesouraria de Igrejas, fui Contador da Radio Novo Tempo, no departamento de Publicações, até chegar onde trabalho atualmente, no departamento de Patrimônio.

Nascimento, o que significa para você fazer parte dessa história?

A igreja cresceu muito. Lembro que começamos a missão no fundo da igreja e depois fomos para uma casa alugada e hoje estamos nesse prédio. Isso quer dizer que a obra cresceu e cresce a cada dia que passa. Para mim é maravilhoso saber que eu faço parte de todo esse crescimento. Olho para trás e só vejo bençãos e milagres. Somos frutos de pioneiros que não mediram esforço algum para alavancar a obra do evangelho de Cristo. E fico mais feliz em saber que o trabalho só vai terminar quando Jesus voltar.

Comemora-se 80 anos que se prega sobre a volta de Jesus, mas Ele ainda não voltou. Isso te aflige de alguma maneira?

Com certeza não, muito pelo contrário, isso só me diz que Ele está me dando mais tempo para eu me preparar, preparar minha família, preparar a minha igreja e preparar as pessoas que ainda não sabem de sua volta. Porque Deus sabe o tempo certo para vim nos buscar. Claro que queremos logo ir, mas tem muita gente que precisa ir, mas não sabem ainda. E sou eu, você, todos nós, que precisamos falar à essas pessoas.

Nesses 27 anos como servidor, pensou em sair? O que te fez permanecer até hoje?

Teve um dia que pensei em sair, mas tenho certeza que Deus não permitiu isso. Ainda tinha muito o que fazer. O que me fez permanecer não foi só a questão da segurança do sustento de minha família, ou pelas amizades, parcerias que tenho com meus colegas do escritório, não foram esses os motivos, mas em saber que meu trabalho salvará ainda muitas vidas. Deus abriu os meus olhos e meu coração para isso. Por isso que hoje não me vejo fazendo outra coisa além de ser um servidor de Cristo.

Que mensagem você deixaria para os Adventistas que celebram os 80 anos da igreja na região norte

DSC_0139Mantenham o foco, perseverem na fé, não desistam, pois Deus nunca desistiu de nós. Jesus está voltando e precisamos estar preparados para sua volta.

A ANPa há mais de 89 anos está comprometida em pregar o evangelho eterno seguindo a frente missionária da igreja, de motivar os membros à Comunhão, Relacionamento e Missão. Com quatrocentas e trinta congregações, cinco escolas, 357 funcionários, 14 colportores e 65 pastores que cuidam de um rebanho com mais de trinta e seis mil membros, o campo já se prepara para celebrar no próximo ano os 90 anos da Associação Norte do Pará. [Equipe ASN, Jackson França]

Conheça mais a história da mensagem Adventista no território da UNB assistindo ao vídeo a baixo:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox